Vitórias do Furacão e São Paulo no Sub-23

Nesta terça-feira (25), Furacão assume a liderança ao superar o Leão por 3 a 0 na Arena da Baixada, em Curitiba, pela terceira rodada da Segunda Fase.

O Atlético-PR levou a melhor no confronto direto com o Vitória-BA, nesta terça-feira (25), e virou líder do Grupo C do Brasileirão de Aspirantes 2018.

Na Arena da Baixada, em Curitiba, o Furacão venceu por 3 a 0 e ultrapassou o rival baiano, que segue com quatro pontos.

Com a mesma pontuação do São Paulo-SP (6), o time paranaense assumiu a ponta graças ao melhor saldo de gols (3 a 1).

Superior durante praticamento todo o primeiro tempo, o Atlético-PR criou as principais oportunidades e foi para o intervalo com a vantagem de 1 a 0.

Aos 32 minutos do primeiro tempo, o Furacão teve um pênalti a favor e não desperdiçou.

Com categoria, Giovanny deslocou o goleiro e abriu o placar.

No segundo tempo, os donos da casa não deram chances de reação ao adversário e ampliaram com um gol relâmpago.

Aos 2 minutos do segundo tempo, Demethryus balançou as redes e dificultou ainda mais a missão dos visitantes.

Em desvantagem, o Vitória adiantou a marcação, ficou perto de descontar, mas parou nas boas defesas do goleiro Juliano.

Na reta final, aos 41 minutos do segundo tempo, Vitinho deixou o dele e sacramentou a vitória paranaense em 3 a 0.

Na abertura da terceira rodada da Segunda Fase, Tricolor supera o Coelho por 2 a 0 e fecha o turno na zona de classificação do Grupo C.

Na tarde desta terça-feira (25), o São Paulo-SP entrou na zona de classificação do Grupo C do Brasileirão de Aspirantes 2018.

Na abertura da terceira rodada da Segunda Fase, o Tricolor superou o América-MG por 2 a 0 no Morumbi, em São Paulo, e assumiu provisoriamente a ponta da tabela de classificação.

Com seis pontos, o time paulista torce por um empate entre Atlético-PR (3) e Vitória-BA (4) para fechar o turno na liderança.

Já o Coelho segue na lanterna, com apenas um ponto.

O América-MG tentou surpreender nos início da partida e pressionou o São Paulo no campo de ataque.

Com maior posse de bola, o Coelho chegou a sondar a área e emendou três finalizações ao gol adversário, mas foi o Tricolor que saiu na frente.

Aos 21 minutos do primeiro tempo, Brenner cortou a marcação e soltou a bomba de esquerda para fazer 1 a 0.

Em vantagem, o time da casa passou a dominar as ações.

Apesar das chances claras criadas, o time paulista parou nas boas defesas de Glauco.

No segundo tempo, o duelo ficou franco com as duas equipes buscando o gol.

De longa distância, Morelli quase empatou a partida, mas Lucas Peri mostrou que estava atento e espalmou o forte chute do meia.

Apostando na velocidade de seus atacantes, o São Paulo também assustou a meta mineira.

Na melhor oportunidade, Igor Gomes recebeu cruzamento de Foguete e, cara a cara, tocou na saída do goleiro, mas a bola passou rente à trave.

Na reta final, aos 41 minutos do segundo tempo, Brenner repetiu a dose e sacramentou a vitória paulista.

Após cobrança de escanteio, a zaga mineira não cortou e o camisa 11 conferiu para o fundo das redes, 2 a 0.

Reportagem: CBF.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto; Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *