Virou Brasil

Boa, United! Chama o Joel agora!

E você, meu caro Muricy, que achava que lá na inglaterra que era bom, que técnico fica 30 anos no emprego e não jogava quarta e domingo, não tinha esse nhén nhén nhén de manager, é agora? David Moyes e o Manchester United descobriram que esse negócio de um raio cair no mesmo lugar é coisa do Santos. Não é porque um cara é escocês e fez milagre num time ruim que vai dar certo como técnico do Manchester. Ou o raio ia cair mais pra frente?

O United tomou uma decisão dentro de um cenário: um time campeão no ano anterior, mal se sustenta na sétima colocação em um campeonato que já teve 4 líderes diferentes (Liverpool, Arsenal, City e Chelsea) e mal entrava na tabela do “vai dar trabalho” na Liga dos Campeões. A crônica esportiva mais identificada com o Mauro Cezar Pereira eurocentrismo da bola provavelmente vai ter alguma boa razão pra demissão, como o tal do “planejamento”, “não pensa grande”, ou que “foi uma decisão firme da diretoria”. Eu não acho que isso é o clima de Copa mesmo.

Clima de Copa porque o Brasil está em todo o lugar, as seleções e planejando e querendo se aclimatar ao Brasil, porque não dar uma ajudinha apresentando aos nossos atletas uma das grandes especialidades brasileiras: a demissão de treinadores. Quem também tá no clima do bilhete azul é o Barcelona, que botou o Tata Martino pra balançar e ao que tudo indica, vai cair. Inclusive ao que parece, as declarações da diretoria vão no velho me engana que eu gosto do “ele está prestigiado”, sei,

O próximo passo é começarem as notícias de que “Paulo Autuori foi procurado”, “Abel Braga no topo da lista”, “‘Comigo o Messi corre’, diz papai Joel” e em alguma coletiva da vida na Europa, acontecer o seguinte anúncio:


 

, , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *