VANTAGEM TRICOLOR

Antes do apito inicial, o clima de rivalidade dava o tom ao duelo entre Fluminense e LDU.

Com a bola rolando, o time equatoriano passou longe daquele que, por duas vezes, calou a torcida adversária no Maracanã (em 2008 e 2009).

Nesta quinta-feira (14), o Tricolor dominou as ações contra um adversário quase inofensivo, pressionou até o fim, mas ficou no gosto de “quero mais”: 1 a 0, com Gustavo Scarpa, de falta e vantagem mínima para o jogo decisivo, em Quito, no Equador.

Um contra-ataque de cinco contra três, e o Libertad praticamente sacramentou a classificação para as quartas de final da Copa Sul-Americana.

Depois de vencer por 1 a 0 em Assunção, o time paraguaio abriu o placar em Bogotá aos 25 minutos do primeiro tempo e evitou a reação rápida do Santa Fe seis minutos depois, aos 31 minutos do primeiro tempo, com Servín defendendo pênalti cobrado pelo goleiro Castellanos.

Precisando fazer três gols para se classificar, a equipe colombiana até foi para cima, mas só conseguiu o empate por 1 a 1 aos 42 minutos do segundo tempo e viu o visitante avançar na competição.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *