Vantagem mantida

Deyverson faz dois gols no Grêmio e mantém o Palmeiras na liderança isolada do Brasileirão.

Vantagem alviverde continua sendo de três pontos sobre o Internacional, que venceu o São Paulo.

Com dois gols de Deyverson, o Palmeiras venceu o Grêmio por 2 a 0 na tarde deste domingo (14), no Pacaembu, e se manteve na liderança isolada do Campeonato Brasileiro.

A vantagem do Verdão após a vigésima nona rodada continua sendo de três pontos sobre o Internacional, que venceu o São Paulo por 3 a 1 no Beira-Rio.

O Tricolor gaúcho também não saiu do lugar: é o quinto colocado, mas agora a oito pontos do primeiro.

Inter vira para cima do São Paulo com dois de Damião e se mantém na caça ao líder Palmeiras.

Tricolor sai na frente logo no início, mas camisa 9 colorado entra e comanda o time rumo à vitória.

Os instantes iniciais deram o tom do que seria o jogo.

O São Paulo saiu na frente logo aos 2 minutos do primeiro tempo, mas o Internacional virou ainda no começo do segundo tempo e ampliou a vantagem no placar já no fim da partida.

Leandro Damião saiu do banco ainda na etapa inicial para comandar a virada colorada ao lado de D’Alessandro e Nico López.

Já o time de Aguirre melhorou ao ficar atrás no placar, mas não conseguiu produzir para empatar a partida no Beira-Rio.

Maxi desequilibra, Vasco bate o Cruzeiro e respira na luta contra o rebaixamento.

Argentino dá lindo corta-luz para primeiro gol e marca o segundo no triunfo em São Januário.

Raposa tem a volta de Fred, mas pouco produz.

Muito pressionado ao começar o duelo contra o Cruzeiro com a mesma pontuação da Chapecoense, que abre a zona do rebaixamento, o Vasco contou com a liderança técnica de Maxi López para botar a bola no chão e vencer a Raposa por 2 a 0 em São Januário.

O argentino, que deu um lindo corta-luz para o primeiro gol, de Pikachu, foi o responsável por balançar a rede com um belo giro de pé esquerdo, dando uma dose de tranquilidade para o time que sofre com problemas financeiros e políticos refletidos ultimamente dentro de campo.

Troca de posições: Vitória bate a Chapecoense, deixa a degola e joga catarinenses para o Z-4.

Baianos fazem 1 a 0 com gol de Lucas Fernandes e voltam a triunfar após quatro derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro.

O jejum de triunfos do Vitória ficou para trás.

Na manhã deste domingo (14), o Rubro-Negro visitou a Chapecoense, na Arena Condá, e bateu os donos da casa por 1 a 0, com gol de Lucas Fernandes, ainda no primeiro tempo.

O resultado positivo faz as equipes trocarem de situação na tabela.

Os baianos respiram fora da degola, enquanto catarinenses voltam para a zona de rebaixamento.

Uribe faz dois, Flamengo passa fácil pelo Fluminense e agora seca o Palmeiras.

Time rubro-negro mostra força e eficiência diante de um Tricolor em péssima jornada para conseguir a segunda vitória seguida e colar no líder.

O Flamengo passou fácil pelo Fluminense neste sábado (13), no Maracanã, e mostrou que está mais vivo do que nunca na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

Depois da ótima vitória por 3 a 0 sobre o Corinthians, em São Paulo, os rubro-negros repetiram o placar, desta vez com dois gols de Uribe e um de Léo Duarte.

Gabigol garante vitória do Santos sobre Corinthians quase todo reserva no Pacaembu.

Com gol do atacante, Peixe cola no G-6 do Brasileirão; finalista da Copa do Brasil, Timão continua perto do Z-4.

O Santos venceu o Corinthians por 1 a 0, no Pacaembu, e colou no G-6 do Campeonato Brasileiro, a terceira vitória seguida do time de Cuca por esse placar na competição.

O gol foi marcado por Gabigol, aos 20 minutos do primeiro tempo.

O Corinthians, que entrou em campo com apenas três titulares (Léo Santos, Douglas e Mateus Vital), poupando-se para a decisão da Copa do Brasil, pode piorar a situação na tabela, ficando mais perto do Z-4.

Com dois de Vinícius, Bahia supera a retranca do Paraná e vence após cinco jogos.

Meia entra no segundo tempo e resolve partida para o time baiano nos minutos finais.

Bahia e Paraná chegaram em Pituaçu com um único pensamento: triunfo.

Se a expectativa era de um jogo quente, o público terminou o primeiro tempo um tanto frustrado.

Empurrado pelos 30 mil torcedores, o Tricolor baiano não conseguiu abrir o marcador na primeira etapa e viu o Paraná ser perigoso em contra-ataques.

No segundo tempo, aquele famoso ditado: água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.

O Bahia pressionou o Paraná no campo de defesa, mas a solução veio depois dos 40 minutos do segundo tempo, com um jogador que saiu do banco de reservas: Vinícius entrou aos 25 minutos do segundo tempo e resolveu a situação com dois gols.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *