TRICOLOR FORA DO Z-4

Ganha, perde, ganha de novo.

Um jogo cheio de reviravoltas marcou o encontro entre São Paulo e Cruzeiro, neste domingo (13), no Morumbi.

No final das contas, melhor para o Tricolor que, comandado por Hernanes (dois gols e uma assistência) , virou para cima do Cruzeiro com um placar de 3 a 2 e respirou na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Já a Raposa perdeu a chance de assumir um lugar, ainda que provisório, no G-6 da competição.

Vasco e Palmeiras empataram por 1 a 1 na tarde deste domingo (13), em Volta Redonda, pela vigésima rodada do Campeonato Brasileiro.

O Verdão saiu na frente com gol de Guerra, aos 31 minutos do segundo tempo, mas a equipe carioca conseguiu igualar aos 42 minutos do segundo tempo, depois de gol de Manga Escobar.

“Sai pra lá, crise!”

Foi mais ou menos este o recado do Atlético-MG após a vitória deste domingo (13), sobre o Flamengo, no Independência, por 2 a 0.

Quatro dias após a eliminação na Libertadores, o Galo fez um bom jogo, foi superior do início ao fim e buscou uma vitória sólida.

Fez as pazes com a torcida e voltou a vencer após cinco jogos com maus resultados em casa.

Pelo lado Rubro-Negro, o novo técnico, Reinaldo Rueda viu o time chegar à terceira derrota seguida no Brasileirão quarto jogo sem vencer e deixar o G-6 após o Atlético-PR vencer o Bahia.

Daqui a exatamente um mês, Sport e Ponte Preta vão se enfrentar na Ilha do Retiro no primeiro jogo do mata-mata da Copa Sul-Americana.

Neste domingo (13), as equipes fizeram uma prévia do que pode acontecer.

E terão de melhorar bastante. Em uma partida sem graça, não saíram do placar zerado no Recife.

Com o resultado, o Leão subiu para a quinta colocação, com 29 pontos.

A Macaca, por sua vez, é a décima quarta colocada, com 24 pontos.

Com dois times praticamente reservas em campo, não foi ainda uma prévia do que veremos nas quartas de final da Libertadores, que as duas equipes farão em setembro.

Mas o futebol visto por Botafogo e Grêmio na noite deste domingo, no Nilton Santos, bem que poderia ser de um jogo decisivo.

Belas jogadas, muitas chances de gol, pênalti defendido.

Mas só uma bola entrou, logo no início, em linda triangulação que terminou nos pés de Leandrinho, surpresa na escalação de Jair Ventura.

Com o placar de 1 a 0, o Glorioso voltou a vencer depois de cinco rodadas no Campeonato Brasileiro e quebrou uma série invicta de nove jogos do Tricolor.

O Bahia bem que tentou, chegou a abrir o placar, mas o Atlético-PR não perdeu o embalo e venceu a quarta partida seguida no Brasileiro.

Mendoza fez o gol do Tricolor, mas Nikão, de pênalti, deixou tudo igual ainda no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Furacão foi arrasador. Thiago Heleno virou o placar, Éder (contra) fez o terceiro, e Sidcley, já no fim, marcou o quarto e fechou o placar.

Com a vitória, o Rubro-Negro entra no G-6, com 29 pontos.

O Bahia fica perto do Z-4, com 23 pontos.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *