TIMÃO E GALO NA FINAL DA COPINHA

Maior vencedor da Copa São Paulo de Futebol Júnior, com nove títulos, o Corinthians está a um passo do décimo caneco.

Na noite deste domingo (22), o Timão venceu o Juventus por 3 a 0 na Arena Barueri, pela semifinal da competição, e avançou à decisão.

É a quarta vez consecutiva que o alvinegro vai para a final da Copinha.

Os gols que deram a vaga ao Corinthians foram marcados por Carlinhos, Marquinhos e Fabrício Oya.

Com mais posse de bola, o Corinthians teve o controle da partida no primeiro tempo.

O Timão, porém, encontrou dificuldades para furar a marcação do Juventus.

Apesar de bem marcado, o time ainda criou jogadas de ataque.

E chegou às redes do Juventus aos 33 minutos.

Guilherme Romão lançou a bola na área para Pedrinho, que matou no peito e chutou para o gol.

O goleiro Vitor Omena, que fez boas defesas na etapa inicial, defendeu o chute, mas permitiu o rebote. Na sobra, Carlinhos tocou para as redes.

Em desvantagem no placar, o Juventus voltou para o segundo tempo buscando mais o campo de ataque.

A postura, porém, abriu mais espaços na defesa.

E o Corinthians soube aproveitar.

Aos 4 minutos, Marquinhos aproveitou um rebote do goleiro e mandou para as redes. Depois, aos 19 minutos, o Timão fez mais um.

Após boa jogada pela esquerda, Guedes cruzou para Fabrício Oya, que na entrada da área bateu de primeira e fez o terceiro.

Com a vitória encaminhada, o Corinthians soube administrar o resultado.

A grande final da Copinha será na próxima quarta-feira, às 10 horas (de Brasília), no Pacaembu.

O rival?

A princípio será o Paulista, que venceu o Batatais por 5 a 1 na manhã deste domingo (22), em Jundiaí.

No entanto, o Batatais acusa o adversário de ter um jogador com inscrição irregular, com idade adulterada.

A Federação Paulista de Futebol investiga o caso e deve dar um parecer nesta segunda-feira (23).

Final, Corinthians-SP classificado 3 Juventus-SP eliminado 0.

O Paulista foi o primeiro finalista da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Após um primeiro tempo burocrático e uma segunda etapa arrasadora, o Galo de Jundiaí goleou o bom time do Batatais, por 5 a 1, e está classificado para a grande decisão da competição que acontece na próxima quarta-feira, no Pacaembu, em São Paulo.

O duelo foi disputado na manhã deste domingo (22), no estádio Jayme Cintra, em Jundiaí.

Na reta final da partida, a torcida do Paulista que compareceu em bom número ao estádio – tirou onda com o adversário e cantou “a batata assou”.

Jogando em casa, com a torcida e a iniciativa, o Paulista começou o jogo apertando.

As chegadas com bola rolando não eram perigosas, mas na bola parada, o Galo fazia Gerson trabalhar.

Tanto que o Galo marcou assim, após escanteio, na cabeçada de Maurílio.

Depois o jogo mudou totalmente, o Batatais passou a ter a posse e as chances.

Os chutes do Fantasma, no entanto, não deram muito trabalho ao goleiro Enzo.

O jogo então permaneceu em 1 a 0 no intervalo.

O ritmo do jogo mudou logo na primeira jogada da etapa final, quando Molter ampliou para o Galo.

A equipe do Batatais sentiu o golpe, e o Paulista se aproveitou.

Em apenas dois minutos, Molter e Brayan ampliaram para 4 a 0.

Em algumas chegadas, o Fatasma até levava perigo, e descontou em cobrança de pênalti de Pote.

Nada que ameaçasse a vaga do Paulista, sacramentada no fim com Matheus Silvestre.

Depois disso, foi só esperar o tempo passar para confirmar o retorno do Galo para uma final de Copa São Paulo após 20 anos.

Final, Paulista-SP classificado 5 Batatais-SP eliminado 1.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *