SÃO PAULO VIROU SOBRE O FLUMINENSE NO RIO

O encontro dos dois tricolores paulistas e cariocas em Edson Passos, no Rio de Janeiro, começou bem para o Fluminense, que abriu o placar numa jogada espetacular de Wellington.

Wellington arrancou do campo de defesa, fez uma grande jogada, passou no meio de dois marcadores, invadiu a área e foi derrubado por Denis.

Pênalti para o Tricolor das Laranjeiras.

Aos 30 minutos do primeiro tempo, Wellington cobrou com categoria no canto direito do goleiro Dênis que saltou, mas não evitou o gol.

Fluminense 1 a 0.

No segundo tempo, o jogo foi mais aberto com chances para os dois lados.

Aos 26 minutos do segundo tempo, Wesley cobrou a falta pelo lado esquerdo, a zaga do Fluminense afastou o perigo.

No rebote, Kelvin levantou a bola para a área, Chavez dominou e fez o cruzamento para a área.

Gum e Marquinho falharam, Thiago Mendes chutou de fora da área.

A bola ainda desviou em Gum e entrou no canto esquerdo do goleiro Júlio César.

O São Paulo chegou ao empate.

Aos 36 minutos do segundo tempo, Kelvin cobrou o escanteio pelo lado esquerdo, Rodrigo Caio subiu mais alto que a zaga do Fluminense para marcar.

Virada do São Paulo, 2 a 1.

Essa vitória faz o São Paulo subir duas posições na tabela de classificação.

Com 39 pontos, o time paulista aparece em décimo segundo lugar, a quatro pontos da zona de rebaixamento.

O Fluminense, com a derrota, não consegue voltar ao G-6.

A equipe carioca caiu três posições e, com 46 pontos, está na nona colocação.

O São Paulo, que acabou com um jejum de seis partidas sem vitórias no Brasileirão, entrará no campo novamente no sábado (22), para encarar a Ponte Preta, no Morumbi.

O próximo compromisso do Fluminense, que chegou à sua terceira partida sem vencer, será contra o
Coritiba, no próximo domingo (23), em Coritiba.

Final, Fluminense-RJ 1 São Paulo-SP 2.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *