SÃO PAULO NA FINAL

O São Paulo está na final da edição 2017 da Taça BH Sub-17.

Com uma goleada de 4 a 1 sobre o Atlético-MG, na noite desta segunda-feira (24), no Independência, o Tricolor avançou para a grande final, contra o Flamengo, na quinta-feira (27).

Brenner e Paulinho, duas vezes cada, fizeram os gols do São Paulo. Guilherme descontou para o Galinho.

O horário e o local da decisão ainda serão divulgados pela Federação Mineira de Futebol (FMF).

O Flamengo se classificou ao vencer o Palmeiras, na tarde desta segunda-feira, por 3 a 1, em Nova Serrana-MG.

Aos 8 minutos do primeiro, o Galo levou perigo no ataque. Rodriguinho invadiu a área do São Paulo pela esquerda, mas chutou por cima do gol.

Dez minutos depois, o mesmo Rodriguinho cobrou falta e obrigou o goleiro Eduardo a fazer boa defesa.

Depois disso, o São Paulo foi para o ataque e pressionou até abrir o placar, aos 22 minutos do primeiro tempo.

Brenner recebeu passe na meia lua, abriu espaço e bateu no ângulo, sem chances para o goleiro Flávio.

O time paulista chegou outra vez aos 31 minutos do primeiro tempo, quando Paulinho chutou colocado, da entrada da área, e obrigou Flávio a trabalhar.

No segundo tempo, o São Paulo ampliou o placar logo aos três minutos.

Depois de confusão na área atleticana, a bola sobrou para Paulinho empurrar para a rede.

Aos 11 minutos do segundo tempo, o Tricolor fez 3 a 0.

Brenner recebeu na área e bateu no contrapé do goleiro Flávio.

Aos 14 minutos do segundo tempo, o time paulista aumentou ainda mais a vantagem no placar. Após escanteio, Paulinho completou com categoria.

O Atlético-MG tentou diminuir aos 25 minutos do segundo tempo, quando Thiago Silva fez boa jogada pela direita, cortou para o meio e bateu de esquerda, obrigando o goleiro Eduardo a segurar.

A resposta veio aos 29 minutos do segundo tempo, quando o zagueiro Miguel, do São Paulo, soltou a bomba, mandou no ângulo, e obrigou Flávio a fazer grande defesa.

Aos 30 minutos do segundo tempo, o Galinho diminuiu.

Alerrandro puxou contra-ataque e rolou para Guilherme, que, da marca do pênalti, mandou para a rede: 4 a 1.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *