SÃO PAULO CAMPEÃO!!!

O São Paulo vai ser campeão”, previu Rodrigo Nestor, meia do São Paulo, no intervalo de jogo.

O Tricolor perdia por 1 a 0 para o Flamengo, que fez um melhor primeiro tempo no Independência, na noite desta quinta, em Belo Horizonte.

Mas, na etapa final, tudo mudou, conforme a profecia de Nestor.

Ele foi um dos destaques do time, com um gol e uma assistência.

O passe foi para Brenner, o protagonista na competição.

O garoto “colocou o jogo debaixo do braço”, fez dois e decidiu a final: 3 a 1.

Pelo segundo ano consecutivo, a Taça BH sub-17 é do São Paulo.

Pelo lado tricolor, além de Brenner e Rodrigo Nestor, Helinho e Antony se destacaram muito.

No lado do Flamengo, apesar da derrota, também há muito talento.

Vitor Ricardo e Marx Lenin, por exemplo, mostraram qualidade e comandaram as ações ofensivas do time.

O primeiro tempo foi movimentado e com muita intensidade.

O Flamengo buscou mais o gol, mas o São Paulo também ameaçava a meta de Victor Hugo.

Pelo lado tricolor, Brenner foi quem deu mais trabalho.

Caindo pela esquerda, o garoto, que já estreou até no profissional, atormentou a defesa.

Do outro lado, Marx Lenin tomou conta do meio-campo do time carioca e comandou as principais ações ofensivas.

Foi dele a bela assistência pelo alto para o primeiro gol do jogo, aos 24 minutos do primeiro tempo.

Vitor Ricardo finalizou, parou no goleiro Eduardo, mas aproveitou a sobra para abrir o placar.

A característica da partida continuou a mesma: um bom jogo, aberto, com muitas ações ofensivas dos dois lados.

Aos 9 minutos do segundo tempo, Helinho fez grande jogada pelo meio, entregou para Rodrigo Nestor pela direita, que rolou na medida para Brenner empatar.

Cinco minutos depois, aos 14 minutos do segundo tempo, foi a vez de Nestor, o “vidente”, virar o jogo, após outra linda jogada de ataque e assistência de Brenner.

Aos 23 minutos do segundo tempo, em um belo contra-ataque puxado por Antony, Brenner fez o segundo dele e deu números finais ao jogo: 3 a 1.

Antony ainda desperdiçou um pênalti para os paulistas no fim.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *