SANTOS VENCEU E GALO CLASSIFICOU

Lucas Lima inspirado, fim do jejum de Ricardo Oliveira, Vitor Bueno em paz com a torcida.

Deu (quase) tudo certo para o Santos contra o Santa Fe, no Pacaembu, nesta quinta-feira (4), pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores.

Os vacilos da defesa alvinegra deixaram a partida mais animada, mas não atrapalharam a vitória por 3 a 2 que deixa o time perto da classificação.

O The Strongest não teve pena.

Não teve medo.

Não hesitou.

O Tigre boliviano rugiu alto e massacrou o Sporting Cristal na noite desta quinta-feira (4), no Hernando Siles, em La Paz, pela quarta rodada do Grupo 2 da Libertadores.

Venceu por 5 a 1 e poderia ter feito muito mais e assumiu a segunda posição da chave.

Mostrou mais uma vez que tem uma incrível força jogando na altura da capital boliviana.

E vai empolgado para as rodadas finais do grupo, contra Santos e Independiente Santa Fe.

O Sporting Cristal está em situação complicada.

Ainda sem vencer, os peruanos mostraram que têm pouca qualidade para pensar em classificação.

O Godoy Cruz se garantiu matematicamente na próxima fase da Libertadores na noite desta quinta-feira (4).

E levou o Atlético-MG junto.

Diante do Libertad e jogando na sua casa, no Estádio Malvinas Argentinas, o time do técnico Lucas Bernardi levou um susto saindo atrás no placar, mas buscou o empate em 1 a 1 suficiente para colocar ambos (Godoy e Galo) nas oitavas de final.

O gol dos paraguaios foi marcado por Santacruz, e Garro descontou para os donos da casa.

Pela quinta rodada do Grupo 8, o Guaraní-PAR passeou na Venezuela.

O time paraguaio bateu o Zamora sem força, por 3 a 1, no Agustín Tovar, que estava vazio vazio para acompanhar mais um jogo da equipe da casa, que ainda não pontuou na Taça Libertadores da América.

Com a vitória, os paraguaios encostaram no Grêmio, que se mantém líder, e precisam de um empate contra o Deportes Iquique, em casa, na última rodada, para se classificar para as oitavas de final.

Já o time venezuelano mostrou porque é o saco de pancadas dessa edição: fraco, sem criatividade e um passo atrás até fisicamente, a equipe não teve nenhuma chance de pontuar mesmo em sua casa.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *