Santos empata em estreia

Santos cria chances, mas tem jogador expulso e fica no zero com o River Plate (Uruguai).

Em estreia na Copa Sul-Americana, Peixe é melhor que rival, mas tem de se retrair após cartão vermelho a Orinho, jogo de volta é em duas semanas, e empate com gols classifica rival.

O Santos mostrou que é mais time que o River Plate (Uruguai), criou chances, martelou, mas não conseguiu sair do empate por 0 a 0 na noite desta terça-feira (12), em Montevidéu, pelo jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana.

A equipe de Jorge Sampaoli atuou diante de pouco público no Parque Luis Franzini, conseguiu se impor rapidamente, mas parou no goleiro Olveira.

Depois, na metade do segundo tempo, teve Orinho expulso e precisou se retrair.

A decisão por uma vaga na segunda fase fica para o duelo de volta.

O empate sem gols acaba sendo bom para o River, já que a Sul-Americana usa o gol fora de casa como critério de desempate.

O Santos, portanto, precisa vencer o duelo de volta no próximo dia 26 de fevereiro, às 19h15 (horário de Brasília), no Pacaembu, sem público por causa da punição da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) pelos incidentes do jogo contra o Independiente, ano passado, pela Taça Libertadores da América.

Empate sem gols leva a decisão para os pênaltis, enquanto igualdade com gols classifica o River Plate (Uruguai), assim como, claro, uma vitória do time uruguaio.

Pela primeira vez desde que Jorge Sampaoli assumiu o comando, o Santos terminou um jogo sem gols, até agora, são 20 gols marcados em oito partidas oficiais.

O Santos teve a chance de abrir o placar no início do segundo tempo, após cruzamento de Derlis González e cabeçada certeira de Copete para o gol.

O auxiliar, porém, marcou impedimento, o lance é duvidoso, com o atacante do Santos muito próximo da linha de zagueiros do River Plate.

Aos 20 minutos do segundo tempo, o Santos perdeu Orinho, expulso, após falta em Mauro Da Luz, o lateral era o último homem antes do goleiro Vanderlei.

“Não faz isso não, professor”, lamentou o lateral Victor Ferraz.

Foi a primeira expulsão da era Sampaoli no Peixe.

O uruguaio Rodolfo Rodríguez, goleiro histórico de seu país e com boa passagem pelo Santos nos anos 80, assistiu ao jogo no Parque Luis Franzini.

Sentado tranquilamente nas arquibancadas, foi cumprimentado pelos santistas que estavam no local.

Num estádio pequeno e vazio, o Santos jogou à vontade e teve mais posse de bola desde o início.

O River Plate do Uruguai chegou a se assanhar em alguns momentos, mas sem levar grandes sustos a Vanderlei.

O Santos teve quatro boas chances de gol: com Derlis González e Copete aos 13 minutos do primeiro tempo, novamente com Derlis aos 30 minutos do primeiro tempo, com Diego Pituca aos 40 minutos do primeiro tempo, e Carlos Sánchez no minuto seguinte.

Os melhores momentos do Santos era quando o time conseguia encaixar uma inversão de jogo, principalmente para a direita, com Victor Ferraz e Carlos Sánchez.

Na esquerda, porém, Copete e Orinho destoavam do restante do time.

Ainda assim, se o primeiro tempo tivesse que ter um vencedor, seria o Santos.

O Santos acelerou o ritmo da partida e, superior tecnicamente, criou mais chances logo cedo e parou na falta de pontaria, e por vezes no goleiro Gastón Olveira.

Primeiro com Derlis e Sánchez, dois chutes em sequência, e depois com Diego Pituca, todas as finalizações dentro da área, mas sem o capricho necessário.

Jorge Sampaoli mudou o time com Soteldo na vaga de Copete, deixando o Santos mais veloz e efetivo no um contra um.

As chances continuaram aparecendo até a expulsão boba de Orinho, que errou um domínio de cabeça na defesa e fez falta em Da Luz.

A partir daí, o River cresceu, pressionou, mas não tirou o zero do placar.

O Santos volta a campo só na próxima segunda-feira (18), quando enfrenta o Guarani, às 20 horas (horário de Brasília), no Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

Confira os outros jogos da Primeira Fase da Copa Sul-Americana de 2019:

Data Jogos Dias da Semana

21/03/2019 Montevideo Wanderers (Uruguai) X Sport Huancayo (Peru) Quinta-Feira

18/04/2019 Sport Huancayo (Peru) X Montevideo Wanderers (Uruguai) Quinta-Feira

07/02/2019 Bahia-BA (Brasil) 0 X 1 Liverpool (Uruguai) Quinta-Feira

21/02/2019 Liverpool (Uruguai) X Bahia-BA (Brasil) Quinta-Feira

03/04/2019 Independiente (Argentina) X Binacional (Peru) Quarta-Feira

01/05/2019 Binacional (Peru) X Independiente (Argentina) Quarta-Feira

21/03/2019 Rionegros Águillas (Colômbia) X Oriente Petrolero (Bolívia) Quinta-Feira

17/04/2019 Oriente Petrolero (Bolívia) X Rionegro Águillas (Colômbia) Quarta-Feira

04/04/2019 Argentinos Juniors (Argentina) X Estudiantes de Mérida (Venezuela) Quinta-Feira

02/05/2019 Estudiantes de Mérida (Venezuela) X Argentinos Juniors (Argentina) Quinta-Feira

19/03/2019 Deportivo Municipal (Peru) X Colón (Argentina) Terça-Feira

16/04/2019 Colón (Argentina) X Deportivo Municipal (Peru) Terça-Feira

19/03/2019 Unión Española (Chile) X Mushuc Runa (Equador) Terça-Feira

18/04/2019 Mushuc Runa (Equador) X Unión Española (Chile) Quinta-Feira

03/04/2019 Universidad Técnia de Cajamarca (Peru) X Cerro (Uruguai) Quarta-Feira

30/04/2019 Cerro (Uruguai) X Universidad Técnica de Cajamarca (Peru) Terça-Feira

07/02/2019 Deportivo Santaní (Paraguai) 1 X 1 Once Caldas (Colômbia) Quinta-Feira

21/02/2019 Once Caldas (Colômbia) X Deportivo Santaní (Paraguai) Quinta-Feira

02/04/2019 Universidad Católica (Equador) X Colo-Colo (Chile) Terça-Feira

30/04/2019 Colo-Colo (Chile) X Universidad Católica (Equador) Terça-Feira

12/02/2019 River Plate (Uruguai) 0 X 0 Santos-SP (Brasil) Terça-Feira

26/02/2019 Santos-SP (Brasil) X River Plate (Uruguai) Terça-Feira

12/02/2019 Macará (Equador) 2 X 1 Guabirá (Bolívia) Terça-Feira

28/02/2019 Guabirá (Bolívia) X Macará (Equador) Quinta-Feira

14/02/2019 Royal Pari (Bolívia) X Monagas (Venezuela) Quinta-Feira

27/02/2019 Monagas (Venezuela) X Bolívia 1 Quinta-Feira

02/04/2019 Mineros de Guayana (Venezuela) X Sol de América (Paraguai) Terça-Feira

01/05/2019 Sol de América (Paraguai) X Mineros de Guayana (Venezuela) Quarta-Feira

05/02/2019 Unión de La Calera (Chile) 0 X 0 Chapecoense-SC (Brasil) Terça-Feira

19/02/2019 Chapecoense-SC (Brasil) X Unión de La Calera (Chile) Terça-Feira

04/04/2019 Deportivo Cali (Colômbia) X Guaraní (Paraguai) Quinta-Feira

02/05/2019 Guaraní (Paraguai) X Deportivo Cali (Colômbia) Quinta-Feira

19/03/2019 Nacional Potosí (Bolívia) X Zulia (Venezuela) Terça-Feira

16/04/2019 Zulia (Venezuela) X Nacional Potosí (Bolívia) Terça-Feira

14/02/2019 Corinthians-SP (Brasil) X Racing (Argentina) Quinta-Feira

27/02/2019 Racing (Argentina) X Corinthians-SP (Brasil) Quarta-Feira

20/03/2019 Independiente de Campo Grande (Paraguai) X La Equidad (Colômbia) Quarta-Feira

16/04/2019 La Equidad (Colômbia) X Independiente de Campo Grande (Colômbia) Terça-Feira

26/02/2019 Fluminense-RJ (Brasil) X Antofagasta (Chile) Terça-Feira

21/03/2019 Antofagasta (Chile) X Fluminense-RJ (Brasil) Quinta-Feira

20/03/2019 Unión Santa Fé (Argentina) X Independiente del Valle (Equador) Quarta-Feira

16/04/2019 Independiente del Valle (Equador) X Unión Santa Fé (Argentina) Terça-Feira

06/02/2019 Botafogo-RJ (Brasil) 1 X 0 Defensa Y Justicia (Argentina) Quarta-Feira

20/02/2019 Defensa Y Justicia (Argentina) X Botafogo-RJ (Brasil) Quarta-Feira

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *