SANTOS E PAYSANDU EMPATARAM

Jogando em campo neutro, no Estádio Castelão, em São Luís-MA, o Santos-AP se postou bem defensivamente e soube suportar a pressão do Paysandu, que não estava com a pontaria em dia, conseguindo um empate em 1 a 1, pelo jogo de ida da semifinal da Copa Verde.

Porém, o resultado termina com o gosto de vitória para o Papão que irá levar a vantagem para Belém-PA.

O resultado deixa a disputa pela vaga na final da maior competição da região Norte em aberta.

As duas equipes voltam a se encontrar na terça-feira (18), no Estádio Olímpico Mangueirão, em Belém (PA).

Paysandu entrará em campo com a vantagem do empate sem gols, mas caso tome mais de um gol, a vantagem do empate passa a ser do Peixe da Amazônia

Com mais qualidade técnica, o Paysandu iniciou a partida ditando o ritmo de jogo, mas sem oferecer muito perigo para a meta do goleiro santista, Axel.

Já o Santos-AP, bem postado defensivamente, buscava uma jogada de contra-ataque, que só apareceu aos 18 minutos do primeiro tempo com Rafinha chutando de fora da área e abrindo o placar.

O gol deu mais confiança para o Peixe que começou a ir com mais frequência para o campo defensivo do Papão, mas pecava na hora da finalização.

Do outro lado, sem muito poder ofensivo e já sofrendo pressão da torcida, que estava em maioria do bicolor, o Paysandu encontrou um gol com Leandro Carvalho, após arriscar de fora da área, aos 37 minutos do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, as duas equipes caíram de produção.

O Santos-AP até iniciou melhor o jogo, mas pecava na armação das jogadas.

Já o Papão criava mais chances, mas desperdiçava com Leandro Carvalho, Ayrton e Bergson que finalizaram para fora.

A melhor chance da equipe paraense foi com Diogo Oliveira cobrando falta na trave.

Com as duas equipes tendo dificuldades na criação e finalização das jogadas, o segundo tempo encerrou com o placar em 1 a 1.

Luverdense venceu neste sábado (15) o Rondoniense fora de casa e leva vantagem para volta da semifinal.

Jogo de ida da semifinal foi realizado na Arena da Floresta, no Acre, pois o Periquito não tinha estádio com a capacidade mínima exigida.

Gols foram marcados por Ricardo (aos 14 minutos do primeiro tempo) e Douglas Bágio (aos 26 minutos do primeiro tempo), pelo Luverdense, e Careca (aos 31 minutos do segundo tempo), pelo Rondoniense.

O jogo de volta será na quinta-feira (20), às 20h30, no Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *