SANTOS E ATLÉTICO-PR CLASSIFICADOS, CHAPE SOBREVIVE E FLAMENGO FOI ELIMINADO

Em uma partida dramática na altitude, o Santos garantiu a classificação para as oitavas de final da Taça Libertadores.

Com um jogador a menos desde os 22 minutos do primeiro tempo, Bruno Henrique foi expulso, o Peixe arrancou um empate por 1 a 1 com o The Strongest, nesta quarta-feira (17), em La Paz, e assegurou a vaga com uma rodada de antecipação.

Chumacero abriu o placar na etapa inicial, e Vitor Bueno empatou na segunda parte.

A equipe da casa ainda perdeu um pênalti nos minutos finais, Pablo Escobar bateu por cima.

Em um dos jogos mais emocionantes da sua história, o Atlético-PR bateu a Universidad Católica e garantiu vaga nas oitavas de final da Libertadores.

O Furacão saiu atrás, virou, levou o empate, mas, aos 41 minutos do segundo tempo, chegou ao gol da vitória 3 a 2.

Santiago Silva e Noir marcaram os gols da equipe chilena.

Eduardo da Silva, Douglas Coutinho e Carlos Alberto, que saíram do banco, garantiram o resultado positivo em jogo disputado na noite desta quarta-feira (17), no Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago.

Só uma entre várias combinações de resultados eliminava o Flamengo na fase de grupos da Libertadores.

E foi justamente o que aconteceu, com requintes de crueldade, em Buenos Aires.

Em uma noite que todo torcedor rubro-negro vai querer esquecer, a equipe do técnico Zé Ricardo foi derrotada por 2 a 1, de virada, e deu adeus pela terceira vez consecutiva ao torneio continental na fase de grupos.

A vitória do Atlético-PR sobre o Universidad Católica, no Chile, selou o destino amargo da equipe no Nuevo Gasómetro.

A virada veio apenas aos 47 minutos do segundo tempo.

Pouco depois que, no Chile, os Atlético-PR conseguia o gol da vitória. Mesmo com o gol no primeiro tempo, o que se viu em Buenos Aires foi um Flamengo dando campo para o San Lorenzo criar e assustar: acabou punido.

Com o resultado, a equipe terminou no terceiro lugar do grupo 4.

O Santa Fe não foi brilhante nesta quarta-feira (17), mas fez o que precisava e vai decidir uma vaga nas quartas de final da Libertadores em casa.

Arango abriu o placar em bela cobrança de falta no primeiro tempo, o Sporting Cristal chegou a assustar na segunda etapa, mas Plata marcou nos acréscimos e garantiu o 2 a 0 para os colombianos, que se aproximou dos líderes do Grupo 2, mas ainda precisa vencer na última rodada para avançar.
Um herói improvável.

Um roteiro improvável.

E um resultado que, ao que tudo indica, não fica definido após 90 minutos de futebol.

Chapecoense e Lanús fizeram um duelo que começou antes de a bola rolar e ainda vai dar pano para manga em Buenos Aires.

Tudo isso com um personagem central: Luiz Otávio.

Foi do zagueiro o gol que garantiu a vitória por 2 a 1 para o Verdão, em La Fortaleza, pela quinta rodada do Grupo 7 da Libertadores, nesta quarta-feira (17).

E é por ele também que o placar está “sub-júdice”.

De acordo com a Conmbebol, o zagueiro ainda tem duas partidas para cumprir pela expulsão diante do Nacional do Uruguai.

Wellington Paulista abriu o placar, e Sand descontou.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *