Santa Fé, Wilstermann e Junior Barranquilla finalizaram a Segunda Fase

E a Segunda Fase da Taça Libertadores da América chegou ao fim nesta quinta-feira (8), aliás madrugada de sexta-feira (9).

Jogando no Estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia, o time do Independiente Santa Fé fez valer o resultado da primeira partida quando venceu 3 a 2 o Deportivo Táchira da Venezuela, e ficou apenas no empate sem gols.

E a vaga na próxima fase.

Enfrentará o Santiago Wanderes do Chile, com a vaga sendo decidida em Bogotá.

Quem passar entra no grupo do Flamengo.

Em Sucre, no Estádio Olímpico Pátria, na Bolívia, o Jorge Wilstermann controlou bem a partida fez uma primeira etapa espetacular, mas no segundo tempo sofreu para ficar com a vaga.

Serginho e Alejandro Meleán marcaram para o Jorge Wilstermann.

E Maximiliano Freitas marcou duas vezes para o Oriente Petrolero.

Como o Wilstermann venceu na ida por 2 a 1, ficou com a vaga e enfrenta o Vasco, com o primeiro jogo na próxima quarta-feira, 14 de fevereiro em São Januário, no Rio de Janeiro.

E na outra quarta-feira, 21 de fevereiro, o jogo de volta em Sucre.

O vencedor irá para o grupo do Cruzeiro.

No último jogo que passou madrugada adentro.

O Junior Barranquilla (Colômbia) confirmou a classificação após vencer por 3 a 1 o Olímpia (Paraguai).

Os paraguaios venceram na ida por 1 a 0.

O Junior Barranquilla saiu na frente com Yony González.

Nestor Camacho empatou para o Olímpia, ainda no primeiro tempo.

Com o gol marcado fora de casa os colombianos teriam que fazer uma diferença de dois gols para se classificarem.

E foi o que aconteceu com Ruiz e Teo Gutierrez.

Teremos agora Guaraní (Paraguai) e Junior Barranquilla, com o jogo decisivo em Assunção.

Quem passar vai para o grupo 8, o do Palmeiras.

Confira o outro confronto:

Nacional (Uruguai) X Banfield (Argentina), os uruguaios fecharam a série.

O vencedor irá para o grupo 7, o do Santos.

A Conmebol divulgará as datas, horários e locais das partidas da Terceira Fase.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *