RUSSAS FICARAM NA TERCEIRA POSIÇÃO

A Arena da Amazônia recebeu neste domingo, antes da final do Torneio Internacional de Manaus, a disputa do terceiro lugar.

Rússia e Costa Rica se enfrentaram às 16h30 (de Brasília) e quem levou a melhor foram as russas.

Karpova fez o único gol do jogo que garantiu o bronze da competição.

Como a Rússia jogava pelo empate, quem começou apertanto o jogo foi a Costa Rica. Principalmente com a atacante Herrera.

Mas a Rússia, aos poucos, equilibrou o jogo e quase marcou aos 20 minutos com Karpova, de cabeça.

A atacante recebeu passe de Sochneva que avançou pela direita e cruzou, mas jogou para fora.

As costa-riquenhas responderam aos 26 minutos.

Após cobrança de escanteio de Granados, Wendy Acosta cabeceou no gol, mas a bola passou à esquerda da goleira da Rússia.

Mas o balde de água fria na Costa Rica veio aos 27 minutos com o gol russo.

Após cruzamento de Sochneva, Karpova tocou para o gol e a goleira Artavia deixou a bola passar entre as pernas.

Um frangaço e 1 a 0.

A resposta veio aos 44 minutos.

Herrera avançou pela direita e cruzou para Chavarria, que mandou um balaço, mas a goleira russa Beliaeva defendeu e garantiu a vitória parcial.

Na segunda etapa, a Costa Rica voltou a decidida a buscar o resultado.

Logo nos primeiros minutos pressionou a Rússia e até teve algumas chances.

Uma delas ocorreu aos 5 minutos.

Herrera recebeu na frente, sozinha, e chutou cruzado.

Mas goleira russa Beliaeva vai na bola e fez defesa importante.

Outra boa chance das costa-riquenhas veio aos 16.

Após chute de Duran, goleira Beliaeva defendeu parcialmente e, no rebote, Herrera chutou no gol, mas Kozhnikova tirou em cima da linha.

A Rússia melhorou somente a partir dos 20 minutos.

E, aos 31, teve uma boa chance, mas a goleira Artavia se recuperou do frangaço.

Chernomyrdina, que entrou no lugar de Pantukhina, avançou pela esquerda, driblou a zagueira e mandou para o gol, mas a goleira da Costa Rica fez defesaça.

As costa-riquenas deu a resposta com com Wendy Acosta, aos 33.

Ela viu a goleira Beliaeva adiantada e chutou de longe, mas a arqueira se recuperou e mandou para escanteio.

Mas a grande chance do empate veio aos 44, com Granados.

Ela recebeu na frente, driblou a goleira e chuta cruzado para fora. Chance incrível perdia.

A Rússia estreou no torneio perdendo para a Itália por 3 a 0.

Outra derrota na segunda rodada, desta vez para o Brasil, por 4 a 0, tirou qualquer chance de a equipe fazer a final.

A recuperação veio na terceira rodada, contra a Costa Rica, com uma vitória por 3 a 1.

A nova vitória, desta vez por 1 a 0, garantiu o terceiro lugar.

As russas deixam a competição com duas vitórias em quatro jogos, com quatro gols marcados e oito sofridos.

As costarriquenhas perderam todos os jogos, com um gol feito e 13 sofridos.

Final, Rússia 1 Costa Rica 0.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *