RESULTADOS QUE AJUDAM OS BRASILEIROS

Era vida ou morte para o San Lorenzo. Era o primeiro jogo como profissional da carreira de Cristian Nahuel Barrios, de 18 anos.

Em seu primeiro toque na bola como jogador no time de cima do Ciclón, o pequenino meia, de 1,56m, testou para as redes da Universidad Católica e manteve o time argentino vivo na Libertadores.

Com gol dele, aos 40 do segundo tempo, o Cuervo venceu os chilenos por 2 a 1 nesta terça-feira (25), pela quarta rodada do Grupo 4 da competição, e segue com sonho de se classificar.

O resultado foi bom para Flamengo e Atlético-PR, que se enfrentam nesta quarta-feira (26).

Se vencer, os cariocas podem disparar na liderança.

O Furacão, por sua vez, pode terminar a rodada na ponta.

O Atlético Tucumán continua vivo na Libertadores, e o Palmeiras segue líder do Grupo 5.

Depois de sair na frente nas três primeiras rodadas da fase de grupos, mas ceder um empate e duas viradas, o time argentino finalmente venceu e deixou a lanterna da chave.

Com muito apoio de sua torcida mesmo debaixo de chuva, o Decano abriu vantagem com gols de Canuto e Barbona, viu o Jorge Wilstermann ameaçar uma reação com Cabezas, mas segurou o 2 a 1 para conseguir sua primeira vitória nesta etapa da competição.

Errou demasiadamente quem esperava mais um passeio do Deportes Iquique nesta terça-feira (25).

Sim, a vitória acachapante por 4 a 1 sobre mesmo Zamora na Venezuela e o fato do adversário não ter somado um ponto sequer na Libertadores até então permitiam tal pensamento.

Só que o Zamora decidiu surpreender no Estádio Zorros del Desierto, no Chile, e abraçou a vitória até aos 46 minutos do segundo tempo.

Foi quando o time venezuelano acabou pagando caro pela cera realizada dentro de campo e sofreu uma virada relâmpago: 4 a 3 para o Iquique.

Resultado que embola o Grupo 8 e que atrapalha os planos do Grêmio, que poderia se classificar já na próxima rodada caso os rumos dessa partida fossem diferentes.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *