Primeira vitória no Brasileiro Feminino

São Valério-TO vence o Oratório-AP e soma os 3 primeiros pontos no Grupo 1.

A equipe tocantinense assumiu a quarta colocação do Grupo 1.

Oratório segue sem pontuar e amarga o segundo revés.

O São Valério-TO derrotou o Oratório por 3 a 2 na noite desta terça-feira (16) no estádio Nilton Santos, em Palmas.

O embate foi válido pela segunda rodada do Brasileiro Feminino Série A2.

Com o triunfo, a equipe tocantinense chegou aos três pontos e assumiu a quarta colocação no Grupo 1.

Oratório segue sem pontuar e amarga o segundo revés.

O São Valério não perdeu tempo em campo e abriu o placar nos minutos iniciais, com Mayla.

O São Valério teve um gol anulado, mas não demorou para fazer 2 a 0, dessa vez com Poliana. Kaliana cobrando pênalti fez 3 a 0 e garantiu a vitória parcial no primeiro tempo.

No segundo tempo, Oratório diminuiu com July.

A equipe teve a chance de fazer o segundo de pênalti, mas Loirinha desperdiçou a cobrança mandando para fora.

Novo pênalti para o Oratório, dessa vez Ciranete cobrou e diminuiu: 3 a 2.

Na terceira rodada, São Valério encara o Ceará, no sábado (20), às 15 horas (horário de Brasília), no Ceará.

O Oratório joga no Amapá, também no sábado (20), às 15 horas (horário de Brasília), contra o Tiradentes-PI.

Oratório melhora no ataque, mas volta a errar na defesa e derrota bota pressão na Orca.

Equipe amapaense foi derrotada por 3 a 2 pelo São Valério-TO e permanece na penúltima posição sem nenhum ponto na Série A2 do Brasileiro Feminino.

NÃO DEU: Porto Velho perde em seus domínios e dá adeus as chances de classificação.

A partia foi disputada no estádio Aluízio Ferreira em Porto Velho, com boa presença de público.

O jogo de ontem à noite teve ótima participação da torcida num clima agradável em Porto Velho.

A Locomotiva da Capital que perdeu por goleada na estréia veio com mudanças e não sofreu o mesmo do ocorrido em Manaus.

O jogo começou de estudos, mas a brecha surgiu para o Pinheirense aos 14 minutos do primeiro tempo, com a perigosa jogadora Pingo que abriu o marcador encobrindo a goleira Milena.

Este resultado perdurou ate o final da primeira etapa.

No segundo tempo, a pressão do Pinheirense foi mantida. Poucas oportunidades para o Porto Velho e eis que então, Pingo mais uma vez marca e amplia par 2 a 0, aos 20 minutos do segundo tempo.

O Porto Velho respirou fundo e partiu para a reação.

Aos 38 minutos do segundo tempo, Flavinha, diminuiu fazendo um gol dando números finais a partida e complicando de vez a situação do time de Porto Velho na Série B.

Placar final: Porto Velho Esporte Clube-RO 1 X 2 Pinheirense-PA

O time da capital de Rondônia resolveu mudar sua configuração para a partida reliazada na noite de terça-feira (16), no estádio Aluízio Ferreira.

A partida valendo pela segunda rodada do Feminino A2, será o desafio da Locomotiva do Norte que enfrenta time do Pinheirense Esporte Clube do Pará.

O novo treinador mudou o time no tricolor da Base Aérea, após a estreia nada interessante contra o 3B de Manaus, onde foi goleado.

Mudanças tanto fora das quatro linhas, com a saída do treinador Paulo Eduardo e entrou Guido Quêtto, somando as forças com uma psicóloga que foi contratada para trabalhar a “cabeça das meninas”.

Dentro de campo o que se sabe é que outras meninas se incorporaram ao elenco, uma delas a polivalente Angelina, que tem se destacado nos últimos anos em diversas modalidades.

O time azul e branco de Belém-PA é um calo no sapato de Guido Quêtto.

O Pinheirense que já fez 6 a 0 no Atlético-AC.

A preocupação, e com motivo estavam sobre as jogadoras, Meire, Raquel e a veterana Pingo.

Reportagem: Globoesporte.globo.com/ Rondoniaovivo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *