PERTO DO PENTA

O Grêmio deu um passo importante para conquistar um título nacional depois de 15 anos.

Jogando no Mineirão, o time dirigido pelo técnico Renato Gaúcho, o Grêmio teve muito mais virtudes que defeitos.

Muitos jogadores podem ser destacados como Douglas que trabalhou a bola com tranquilidade e qualidade.

Pedro Rocha antes da expulsão fazendo uma grande partida na parte ofensiva quanto defensiva.

Maicon foi fundamental nesta vitória fora de casa.

O Grêmio foi muito arrumado, com qualidade e comprometimento da equipe.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, o time gaúcho recuperou a bola no meio-campo, Maicon fez o passe para Pedro Rocha.

Que na grande área cortou o zagueiro Gabriel e finalizou no canto do goleiro Victor, sem chances.

Grêmio 1 a 0.

Após sofrer o gol, o Atlético tentou o empate, mas por pouco o Grêmio não ampliou com o próprio Pedro Rocha.

Luan e Pedro Rocha também perderam chances claras.

O Grêmio poderia ter terminado o primeiro tempo vencendo por pelo menos 4 a 0.

Ou até quatro a um.

Na grande chance do Galo com Junior Urso na bela defesa do goleiro Marcelo Grohe.

No segundo tempo, o Atlético assustou com Lucas Pratto.

Aos 9 minutos do segundo tempo, Pedro Rocha recebeu no meio-campo e partiu sozinho para uma jogada individual.

Passou por três adversários, viu a saída do goleiro Victor e finalizou muito bem, no canto, marcando o segundo do Grêmio.

E o segundo dele no jogo.

Na comemoração Pedro Rocha levou cartão amarelo por levantar a camisa.

Logo depois, fez uma falta dura em Carlos César e foi expulso.

Pedro Rocha foi para o vestiário chorando.

A torcida do Galo acordou na partida.

Aos 36 minutos do segundo tempo, Fábio Santos cobrou o escanteio na medida para a área, e Gabriel apareceu livre e golpeou a bola direto para o gol, com força.

Pareceu um lance de Karatê o golaço do Atlético.

Descontando para o Galo.

Aos 45 minutos do segundo tempo, o Atlético se lançou ao ataque com toda a força para empatar, o Grêmio armou um contra-ataque perfeito com Geromel, num estilo lateral, o zagueiro avançou até o ataque e cruzou na segunda trave para Everton.

O atacante apareceu sozinho e só teve o trabalho de empurrar para o gol.

Grêmio fez 3 a 1.

O Atlético terá que fazer 2 gols para levar para os pênaltis.

E três para conquistar o bicampeonato

O time mineiro foi muito desarrumado durante o jogo, mesmo com um elenco recheado de bons jogadores, porém não tem uma equipe consistente.

O Grêmio de pode até perder por um gol de diferença que será campeão.

O jogo de volta será dia 30 de novembro, quarta-feira, às 21h45, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Final, Atlético-MG 1 Grêmio-RS 3.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *