NOITE DOS VISITANTES

Foram seis jogos que abriram a décima terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, e os visitantes venceram em todos os jogos.

No Moisés Lucarelli, em Campinas, o Bahia fez 3 a 0 na Ponte Preta.

Logo aos 3 minutos do primeiro tempo, Rodrigão marcou de cabeça.

Rodrigão driblou o goleiro Aranha e fez o segundo gol, aos 8 minutos do segundo tempo.

E Renê Júnior chutou cruzado e marcou o terceiro gol.

No Estádio Independência, goleiros brilharam com duas defesas de pênalti.

Victor pegou o primeiro sem dar rebote na cobrança de Kayke, aos 29 minutos do primeiro tempo.

Depois aos 47 minutos do primeiro tempo, Fred bateu e o goleiro Vanderlei mesmo machucado na partida fez a defesa espalmando.

E aos 48 minutos do segundo tempo, em cobrança de falta Daniel Guedes marcou, dando a vitória ao Santos.

No clássico carioca, no Maracanã, Botafogo venceu o Fluminense com três bolas na trave.

Aos 39 minutos do primeiro tempo, em cobrança de escanteio Roger cabeceou e marcou o único gol do jogo.

O Botafogo voltou a vencer depois de três jogos, e o Fluminense não vence a quatro.

No clássico paulista, o Corinthians conseguiu a décima primeira vitória sobre o Palmeiras e jogou a pressão para Flamengo e Grêmio que se enfrentam nesta quinta-feira (13).

O Corinthians chegou aos 35 pontos, candidatíssimo ao título.

Aos 22 minutos do primeiro tempo, Jadson marcou de pênalti, a bola ainda tocou na trave antes de entrar.

E aos 19 minutos do segundo tempo, Guilherme Aranda chutou forte e marcou.

Vitória do Corinthians por 2 a 0, na Arena Palmeiras.

Há 18 jogos o Palmeiras não perdia em casa.

O Corinthians não leva gol há 637 minutos (são 7 jogos sem sofrer gols) e 27 partidas sem derrotas.

Na Arena da Baixada, o Cruzeiro venceu o Furacão por 2 a 0, com um gol em cada tempo.

Aos 27 minutos do primeiro tempo, Lucas Romero fez o primeiro do Cruzeiro.

E aos 40 minutos do segundo tempo, no rebote Rafael Marques completou para o gol.

No Barradão, o Vasco venceu o Vitória por 4 a 1, e conseguiu o primeiro triunfo fora de casa.

O placar alto assusta pela pressão que o Vitória impôs ao Vasco no segundo tempo.

Aos 13 minutos do primeiro tempo, o zagueiro Kanu marcou contra depois do chute cruzado de Escudero.

Aos 25 minutos do segundo tempo, o próprio Kanu marcou de cabeça, agora a favor do Vitória.

Aos 29 minutos do segundo tempo, Thalles driblou o goleiro Fernando Miguel e marcou.

Vasco 2 a 1.

E nos minutos finais, Paulo Vitor encobriu o goleiro Fernando Miguel e marcou, a bola caprichosamente tocou na trave e entrou, aos 46 minutos do segundo tempo.

Aos 49 minutos do segundo tempo, Guilherme Costa contando com a sorte marcou.

Vasco 4 a 1.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *