NOITE DOS BRASILEIROS NA LIBERTADORES

No confronto entre brasileiros pelas oitavas de final da Taça Libertadores da América, na Vila Capanema, em Curitiba, o Santos venceu o Atlético-PR pelo placar de 3 a 2, e se deu muito bem.

O Furacão marcou logo aos 6 minutos do primeiro tempo, Sidcley fez o cruzamento, Lucho González furou e a bola sobrou para Nikão chutar colocar e vencer o goleiro Vanderlei.

Atlético 1 a 0.

Aos 25 minutos do primeiro tempo, Lucas Lima fez o lançamento para Kayke que invadiu a área e chutou no alto do goleiro Weverton.

O Santos chegou ao empate.

A vira do Santos veio aos 11 minutos do segundo tempo, Victor Ferraz chutou de longe o goleiro Weverton falhou na defesa e a bola sobrou quase em cima da linha para Bruno Henrique marcar.

Santos 2 a 1.

Lucas Lima começou a jogada tocou em Bruno Henrique que dançou na frente do marcador e fez o cruzamento.

Kayke completou de letra para o gol.

Santos 3 a 1.

Aos 26 minutos do segundo tempo, Sidcley fez o cruzamento na segunda trave.

Matheus Rossetto escorou e Éderson completou para o gol.

O Furacão descontou em 3 a 2.

Agora, o Peixe poderá até perder por um gol de diferença, desde que o Furacão não faça mais do que três, para carimbar sua vaga na próxima fase.

As equipes definirão quem avança à próxima fase no dia 10 de agosto, na Vila Belmiro.

Quem passar desse confronto vai pegar o ganhador de Barcelona (Equador) e Palmeiras.

Final, Atlético-PR (Brasil) 2 Santos-SP (Brasil) 3.

Já os outros dois brasileiros que jogaram fora de casa foram derrotados pelo mesmo placar de 1 a 0.

No Monumental de Guayaquil, o Barcelona marcou aos 46 minutos do segundo tempo, com Jonatan Álvez que chutou de fora da área e a bola entrou no canto do goleiro Fernando Prass.

O jogo de volta será dia 9 de agosto, na Arena Palmeiras.

No Félix Capriles, o Jorge Wilstermann venceu com gol ainda no primeiro tempo.

Aos 40 minutos, Bergese dominou e chutou cruzado.

A bola passou pelo goleiro Victor, mas Gabriel, em cima da linha, conseguiu cortar.

Mas, sobrou para Álvarez, que finalizou de bicicleta.

O jogo de volta será no mesmo dia que o Palmeiras, no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

Palmeiras e Atlético-MG terão que vencer por 2 ou mais gols.

Caso repita o placar a decisão irá para os pênaltis.

Em caso, da diferença ser de 1 gol, os brasileiros estarão eliminados.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *