Nigéria e Senegal classificam para as semifinais

Nigéria bate a África do Sul e garante vaga na semi da Copa Africana de Nações.

Nesta quarta-feira (10), pelas quartas de final da Copa Africana de Nações, a Nigéria bateu a África do Sul por 2 a 1 e garantiu vaga nas semis da competição.

Em jogo duro, os nigerianos só garantiram a vitória nos minutos finais.

Com a classificação, o adversário da próxima fase será o vencedor de Costa do Marfim ou Argélia, que jogam nesta quinta-feira (11), às 13 horas (horário de Brasília).

O jogo começou muito amarrado, sem grandes chances das duas equipes.

Na primeira grande oportunidade que apareceu, entretanto, a Nigéria já abriu o placar.

Aos 27 minutos do primeiro tempo, Samuel Chukwueze completou o cruzamento vindo do lado esquerdo e mandou para o fundo das redes,

Logo no início da etapa final, aos 6 minutos do segundo tempo, os nigerianos quase ampliaram o marcador em cobrança de falta de Oghenekaro Etebo.

O goleiro Ronwen Williams voou para fazer boa defesa.

Aos 25 minutos do segundo tempo, os Bafana-Bafana chegaram ao gol de empate com Bongani Zungu, que aproveitou de cabeça o cruzamento depois do desvio da zaga.

O árbitro ainda foi à cabine do VAR para rever o lance, mas confirmou o gol da África do Sul.

Sem oportunidades de perigo para ambos os lados, o jogo já tomava caminho para a prorrogação.

Até que um escanteio para a Nigéria, aos 43 minutos do segundo tempo, mudou os rumos das equipes.

Moses Simon cobrou com categoria e William Troost-Ekong apareceu como elemento surpresa para empurrar para as redes e colocar os nigerianos na semifinal da competição.

Senegal de Mané bate zebra Benim e está na semifinal da Copa Africana de Nações.

O Senegal é o primeiro semifinalista da Copa Africana de Nações.

O time do astro Sadio Mané, do Liverpool, venceu o Benim por 1 a 0, com gol do volante Gueye, também jogador da Premier League, no Everton.

Desse modo, a seleção senegalesa segue com o sonho de conquistar a competição continental, um feito inédito.

O melhor resultado da equipe na história do torneio veio em 2002, com um vice-campeonato, após derrota nos pênaltis para Camarões.

A derrota diante do Senegal interrompe uma sequência impressionante da equipe de Benim, que eliminou Marrocos, um dos maiores favoritos ao título, nas quartas de final.

A equipe chegou à terceira fase sem vencer nenhum jogo – obteve três empates na fase de grupos.

No jogo disputado nesta quarta-feira (10) no Cairo, Senegal teve mais volume de jogo, com mais posse de bola e mais chutes a gol do que Benim.

A vitória, porém, só foi sacramentada na segunda etapa.

Aos 24 minutos do segundo tempo, Idrissa Gueye chutou da marca do pênalti depois de receber passe de Mané na área: 1 a 0.

O gol animou Senegal, que partiu para cima do time adversário, em especial com Mané, que fez grande partida e teve dois gols anulados pelo VAR, introduzido na competição a partir desta fase.

A tarefa senegalesa ficou ainda mais fácil a partir dos 37 minutos do segundo tempo, quando Verdon, zagueiro de Benim, foi expulso.

O Senegal enfrentará na semifinal o vencedor de Tunísia ou Madagascar, que jogam na quinta-feira (11), às 16 horas (horário de Brasília).

Na outra chave, o vencedor de Nigéria x África do Sul (hoje, 16h), pega o vencedor de Costa do Marfim ou Argélia que se enfrentam quinta-feira (11), às 16 horas (horário de Brasília).

Reportagem: Terra.com.br/Espn.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *