NBB na reta final das quartas de final

Franca vence a segunda seguida contra o Bauru nos playoffs e fica a uma vitória da semifinal no NBB.

Em noite inspirada de David Jackson e Lucas Dias, equipe de Helinho ganhou por 83 a 77.

Próxima partida é quarta-feira (24), às 20h10 (horário de Brasília), no Pedrocão.

O Franca respondeu à altura o apoio dos 3,2 mil torcedores que foram ao Pedrocão na noite de segunda-feira (22) e, com um placar de 83 a 77 em cima do Bauru, abriu a segunda vitória seguida na melhor de cinco das quartas de final do Novo Basquete Brasil (NBB) 11.

Com 25 pontos, David Jackson foi o cestinha da partida e o melhor nas assistências pela equipe comandada por Helinho.

Segundo maior pontuador do Franca, com 20 pontos, Lucas Dias também respondeu por sete rebotes.

Na equipe do técnico Demétrius Conrado Ferracciú, Jefferson dificultou a atuação dos donos da casa com 21 pontos, seguido por Lucas Mariano, com 19 pontos e 12 rebotes.

Terceiro maior pontuador dos visitantes, Alex se destacou com cinco assistências.

O terceiro duelo pelos playoffs é na quarta-feira (24) , às 20h10 (horário de Brasília), também no Ginásio Pedrocão.

Se vencer, o Franca se garante na semifinal da competição.

Na primeira partida, o time bateu o Bauru fora de casa por 94 a 82.

Na última bola, Mogi vence o Basquete Cearense e avança às semifinais do NBB.

Equipes fazem jogo disputado até o fim, mas time mogiano converte última posse de bola, vence por 73 a 71 e faz 3 a 0 na série melhor de cinco jogos das quartas da competição nacional.

O Mogi das Cruzes está nas semifinais do NBB temporada 2018/2019.

Na noite deste domingo de páscoa (21), o time mogiano venceu o Basquete Cearense por 73 a 71, no ginásio Hugo Ramos, e fez 3 a 0 na série melhor de cinco jogos das quartas de final.

Depois de 40 minutos de um duelo disputado ponto a ponto, JP Batista marcou dois pontos a quatro segundos do fim e garantiu a quinta semifinal do Mogi em sete participações na competição nacional.

O nome do jogo foi o ala Shamell, do Mogi, dono de 26 pontos, seis rebotes e seis assistências, o jogador mais eficiente da partida com 33 pontos de eficiência.

O ala Gui Deodato, 15 pontos, e o pivô JP Batista, 13 pontos e sete rebotes, também se destacaram pelos mogianos.

Ainda no duelo deste domingo, o armador Arthur Pecos, do Mogi, chegou a marca de 700 assistências na história do NBB.

Pelo Basquete Cearense, o destaque foi armador Paulinho Boracini, com 14 pontos, cinco rebotes e quatro assistências.

O ala Alex e o pivô Kurtz, ambos com 11 pontos, também foram destaques pelo Carcará.

Com a vitória, o Mogi das Cruzes irá enfrentar na semifinal o vencendo do confronto entre Franca e Bauru.

No momento, o time francano vai vencendo a série por 2 a 0.

O jogo 3 entre os times acontece nesta quarta-feira (24), no ginásio Pedrocão, em Franca, ambos às 20h10 (horário de Brasília).

Pinheiros vence Botafogo por 89 a 64 e faz 2 a 1 na série melhor de 5 das quartas de final do NBB.

Vencedor enfrenta nas semifinais do NBB o Flamengo, que eliminou o Corinthians por 3 a 0

O Pinheiros venceu o Botafogo por 89 a 64 no Ginásio Henrique Villaboim e fez 2 a 1 na série melhor de cinco das quartas de final do Novo Basquete Brasil (NBB).

O ala do time paulista Betinho foi o destaque e cestinha da partida, com 23 pontos.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado (27), às 14 horas (horário de Brasília), no Rio de Janeiro, para ver quem vai enfrentar nas semifinais o Flamengo, que eliminou o Corinthians por 3 a 0.

No primeiro quarto, o Pinheiros entrou em quadra mais ofensivo e trabalhou bem nas assistências e nos arremessos de 3 pontos, 12 pontos no total, com Betinho (6), Isaac e Renato.

O Botafogo tentou reagir no fim, mas o Pinheiros terminou na frente, com a parcial de 27 a 18.

A equipe carioca cometeu muitos erros no segundo quarto, mostrando nervosismo.

O Pinheiros aproveitou as falhas da defesa botafoguense e aproveitou para disparar no placar.

O americano Cris Ware entrou bem e conseguiu 3 bolas de 3 pontos e 1 toco.

O time paulista dominou até o fim, chegando a abrir 20 pontos de vantagem em cima do alvinegro.

Nos instantes finais do quarto, o Botafogo diminuiu com arremessos de lance livre, e o placar terminou em 51 a 33 para o Pinheiros.

Na segunda metade do jogo, Botafogo voltou mais ligado, trabalhando melhor a bola no ataque, com Artur fazendo a diferença.

Mas o alvinegro não conseguiu manter o ritmo até o fim.

O Pinheiros estava inspirado nas bolas de 3 pontos, com um aproveitamento de 63% em 27 tentativas, e fechou o jogo em 89 a 64.

A quarta partida da série será em General Severiano, no próximo sábado (27), às 14 horas (horário de Brasília).

A equipe que seguir para a semifinal vai enfrentar o Flamengo, que se classificou ao derrotar o Corinthians por 3 a 0.

Do outro lado da tabela, Franca e Bauru duelam por uma das vagas à semifinal, e Mogi das Cruzes disputa a classificação com o Basquete Cearense.

Com segundo quarto perfeito, Flamengo varre o Corinthians e avança à semifinal do NBB.

Rubro-Negro domina terceira partida da série das quartas de final e fecha o confronto.

O Flamengo está na semifinal do NBB 2018/2019.

Neste sábado (27), a equipe do técnico Gustavo de Conti fez um segundo quarto perfeito contra o Corinthians, que garantiu a vitória por 91 a 65 no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro.

O terceiro triunfo rubro-negro na série das quartas de final varreu de vez o Corinthians dos playoffs desta temporada.

Maior campeão do NBB com cinco títulos, o Flamengo busca voltar à final da competição depois de dois anos de ausência.

Primeiro time classificado para a semi, o Flamengo espera o fim das quartas de final para conhecer o adversário no caminho da decisão.

E pode haver um clássico carioca, já que o Botafogo ainda está na disputa, medindo forças com o Pinheiros.

“A concentração da nossa equipe foi essencial. O terceiro jogo é sempre o mais complicado quando você abre uma vantagem de 2 a 0. Para fechar a série você realmente tem que ter uma concentração e um foco muito maior. Conseguimos colocar dentro da quadra tudo que o Gustavo pediu e saímos com uma grande vitória e a classificação para a próxima fase”, disse Olivinha.

Cestinha da partida com 17 pontos, Olivinha foi o cara do jogo, ovacionado pela torcida do Flamengo.

O que cativou os rubro-negros foi a garra do ala-pivô.

Em um lance durante o último quarto, mesmo com a vitória já bem encaminhada, ele cortou um passe do Corinthians, foi buscar a bola já saindo pela lateral e teve de saltar para subir na mesa da arbitragem.

E Olivinha conseguiu salvar a bola. Marquinhos acabou sofrendo falta na sequência.

A jogada incendiou a arquibancada do Tijuca Tênis Clube.

“Eu pensei em salvar a bola. É tudo o que eu sempre faço. Nunca desisto em nenhuma bola, tanto em rebote como em roubada de bola, como foi neste jogo. Pensei em salvar a bola e ajudar o time da melhor maneira possível. Deu certo. Ainda consegui trazer a torcida para o nosso lado, que estava nos apoiando desde o início do jogo, mas naquela bola o ginásio foi à loucura, então consegui fazer meu papel na partida”, disse Olivinha.

A vitória do Flamengo neste sábado foi construída com um início de segundo quarto arrasador.

O time de Gustavo de Conti encaixou uma defesa muito forte que apagou o Corinthians.

As bolas de três pontos também caíram para uma arrancada de 17 a 0. Um golpe fatal.

Números da partida:

Flamengo-RJ:

Olivinha: 17 pontos, 6 rebotes e 2 assistências

Balbi: 16 pontos, 4 rebotes e 4 assistências

Marquinhos: 15 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Varejão: 9 pontos, 12 rebotes e 1 assistência

Corinthians-SP:

Parodi: 13 pontos, 5 rebotes e 7 assistências

Giovannoni: 12 pontos, 6 rebotes e 2 assistências

Fuller: 12 pontos e 3 rebotes

Teichmann: 6 pontos, 9 rebotes e 5 assistências

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *