Nada de gols

Em jogo bastante movimentado, sistemas ofensivos não conseguem furar as defesas adversárias.

Internacional e Grêmio começaram a decidir nesta segunda-feira (7) o Campeonato Brasileiro de Aspirantes.

Jogando a partida de ida da decisão no estádio do Beira-Rio, os arquirrivais de Porto Alegre não conseguiram furar as defesas adversárias e terminaram a primeira parte da final sem balançar as redes.

O Tricolor chegou a ter boa oportunidade em cobrança de pênalti, ainda no primeiro tempo, mas o goleiro colorado Keiller brilhou e defendeu.

O segundo jogo da decisão está marcado para o próximo domingo (13), com mando do Grêmio, no estádio Centenário, em Caxias do Sul-RS.

Com o resultado da ida, ambos os times precisam da vitória para sair com o título.

Uma nova igualdade leva a disputa para os pênaltis.

Mesmo jogando na casa do rival, o Grêmio foi quem criou as melhores oportunidades de gol da primeira etapa.

Aos 22 minutos do primeiro tempo, Da Silva recebeu cruzamento na área, mas o zagueiro Édson acaba acertando um chute no jogador tricolor.

Na cobrança, o próprio camisa 9 foi para a bola, mas o goleiro Keiller caiu no canto certo e fez grande defesa.

Já nos minutos finais, aos 43 minutos do primeiro tempo, novamente o Grêmio chegou com perigo.

Guilherme colocou a bola na área, e Da Silva completou, mas o goleiro colorado Keiller apareceu novamente para mais uma grande defesa, mantendo o placar inalterado no primeiro tempo.

Na metade derradeira de jogo, o Internacional tentou sair mais para o jogo e levou perigo aos 12 minutos do segundo tempo.

Erik cobrou escanteio, e a bola foi na cabeça de Leandro, que finalizou.

A cabeçada, no entanto, passou à esquerda do gol do Grêmio.

Aos 38 minutos do segundo tempo, Léo Chu recebeu bom passe e saiu de cara para o gol.

O atleta gremista finalizou, mas Keiller pegou mais uma, se confirmando como o nome da partida.

Nos minutos finais, com a partida mais aberta, os dois times tiveram chances de abrir o marcador, mas acabaram falhando.

Com isso, o 0 a 0 se manteve até o apito final.

Reportagem: CBF.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *