MÔNACO NAS QUARTAS

Nesta quarta-feira (15), foi conhecido as duas equipes que vão se juntar a Bayern de Munique (Alemanha), Borussia Dortmund (Alemanha),Real Madrid (Espanha), Barcelona (Espanha), Juventus (Itália) e Leicester City (Inglaterra), nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa.

Jogando em casa, o Mônaco precisava vencer por 2 gols de diferença para passar do Manchester City.

Os franceses começaram pressionando os ingleses.

E abriram o placar aos 7 minutos do primeiro tempo.

Mendy começou a jogada, entrou na área, mas foi travado.

A bola sobrou em Bernardo Silva que chutou cruzado, Mbappé desviou na pequena área.

Mônaco 1 a 0.

O Mônaco aumentou o placar aos 28 minutos do primeiro tempo.

Lemar tocou em Mendy que fez o cruzamento rasteiro e Fabinho completou para o gol.

Sterling recebeu o lançamento de De Bruyne, pelo lado direito, cortou a marcação de Mendy e chutou cruzado, o goleiro Subasic fez numa defesa parcial, e Leroy Sané no rebote, mandou para o gol.

Descontando para os ingleses, aos 25 minutos do segundo tempo.

Não deu nem tempo para a comemoração.

Seis minutos depois, aos 31, Lemar cobrou a falta para a área, e a bola depois de passar pela defesa sobrou em Bakayoko que apareceu livre na área para cabecear no canto e fazer 3 a 1.

Com o resultado o Mônaco avançou de fase.

Final, Mônaco (França) classificado 3 Manchester City (Inglaterra) eliminado 1.

A pior eliminação de Pep Guardiola como técnico na Liga dos Campeões veio em um dia em que ele chegava a uma marca importante em sua carreira.

O catalão completou 100 jogos como treinador na competição com uma derrota.

Ainda assim, o técnico com melhor retrospecto após 100 partidas, empatado com 61 vitórias com Louis van Gaal, mas com um empate a mais.

No outro jogo, em Madrid, o Atlético tinha uma grande vantagem e segurou o empate contra o Bayer Leverkusen, para avançar a próxima fase.

O Bayer fez um primeiro tempo melhor que os espanhóis, com maior posse de bola.

Mas, faltou a objetividade para definir as jogadas.

O Atlético saia nos contra-ataques.

Correa e Koke assustaram o goleiro Leno que fez a defesa nas duas finalizações.

No segundo tempo, o goleiro Oblak fez três grandes defesas que evitaram o gol do Bayer.

E o placar não foi alterado.

Final, Atlético de Madrid (Espanha) classificado 0 Bayer Leverkusen (Alemanha) eliminado 0.

Na sexta-feira (17), acontece o sorteio para definir os confrontos das quartas de final.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *