MEXICANOS E JAPONENSES AVANÇARAM NO MUNDIAL

Neste domingo (11), o Real Madrid e o Atlético Nacional de Medellín conheceram os adversários das semifinais do Mundial Interclubes.

As duas partidas das quartas de final foram jogadas no Estádio Suita City, em Osaka, Japão.

No primeiro jogo, o América do México venceu de virada o Jeonbuk Motors da Coreia do Sul.

No primeiro tempo, as duas equipes buscaram o gol a todo momento.

O América teve mais chances posse de bola, e poderia ter aberto o placar ainda na primeira etapa.

Aos 22 minutos do primeiro tempo, descida pelo lado esquerdo, Park Won-Jae disparou, recebeu o passe e fez o cruzamento rasteiro para Bo-Kyung.

Chutou de primeira e acertou o cantinho do goleiro Muñoz, sem chances.

Jeonbuk Motors 1 a 0.

Aos 22 minutos do segundo tempo, Arroyo se deslocou para fora da área e fez o cruzamento na direção do gol.

Sergio Romero antecipou à defesa e desviou de cabeça, mandando para o fundo da rede.

O América chegou ao empate.

E aos 29 minutos do segundo tempo, após cobrança de escanteio na primeira trave, a defesa do Jeonbuk tentou afastar e Romero arriscou de primeira.

A bola desviou em Shin-Wook, enganando o goleiro Hong e foi para o fundo do gol.

Virada dos mexicanos.

O triunfo no Suita City fez com que os mexicanos cheguassem à semifinal do Mundial, quando enfrentarão o temido Real Madrid, na próxima quinta-feira (15), no Estádio Internacional de Yokohama.

Em sua terceira participação no torneio, o América terá a segunda chance de ir à final.

No ano de 2006, o sonho esbarrou em uma goleada do Barcelona por 4 a 0.

O América deixou no ar uma sensação de deja-vu neste domingo (11), em Osaka.

O clube mexicano voltou a avançar para uma semifinal de Mundial de Clubes ao superar o Jeonbuk, da Coreia do Sul, por 2 a 1, de virada, e eliminar o time sul-coreano exatamente 10 anos depois despachar o mesmo adversário, em 11 de dezembro de 2006, também nas quartas de final de um Mundial de Clubes.

Os dois gols dos mexicanos foram marcados por Silvio Romero, enquanto Bo-Kyung fez para os visitantes.

Final, Jeonbuk Motors (Coreia do Sul) eliminado 1 América (México) classificado 2.

No segundo jogo do dia, o Kashima venceu o Mamelodi com gols apenas no segundo tempo.

O primeiro tempo foi de total domínio do time sul-africano que poderia ter aberto o placar.

Os japoneses que começaram a participação na última quinta-feira (8), não chutou nenhuma vez ao gol de Onyango.

No segundo tempo, o time do Kashima começou melhor e conseguiu marcar.

Aos 17 minutos, Endo recebeu passe na área e chutou fraco.

O goleiro sul-africano falhou feiamente e cedeu o gol para o Kashima, em 1 a 0.

O jogo ficou aberto com as duas equipes tendo chances de marcar.

E aos 42 minutos do segundo tempo, boa trama pelo lado direito, Kanazaki recebeu passe dentro da área de Suzuki e, com muita calma, só tirou do goleiro.

Com a vitória deste domingo (11), o Kashima irá enfrentar o Atlético Nacional nas semifinais do Mundial de Clubes, às 8h30 desta quarta-feira (14).

Além de ter a torcida local a seu favor, a equipe japonesa terá que contar com o faro de gol do reserva Kanazaki, artilheiro da competição com duas bolas nas redes, ao lado de Romero, do América (México).

Os mexicanos vão medir forças com o todo-poderoso Real Madrid, nesta quinta-feira, às 8h30, após baterem o Jeonbuk.

Os perdedores Jeonbuk Motors (Coreia do Sul) e Mamelodi Sundowns (África do Sul) decidirão o quinto lugar na próxima quarta-feira (14), às 5 horas, no Estádio Suita City, em Osaka, Japão.

Final, Mamelodi Sundowns (África do Sul) eliminado 0 Kashima Antlers (Japão) classificado 2.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *