Melhores do ano de 2018

Conheça os indicados aos “Melhores do Ano” da Máquina do Esporte.

Ao todo são dez categorias na primeira premiação aberta da indústria esportiva brasileira.

Façam suas escolhas!

A partir desta semana, a Máquina do Esporte dará início ao período de votação para escolha dos finalistas do “Melhores do Ano de 2018”, a primeira premiação aberta da indústria esportiva brasileira.

Ao todo são dez categorias.

Seguindo o histórico do Melhores do Ano, uma é destinada ao exterior (Case Internacional), e as outras são exclusivas para acontecimentos do mercado brasileiro: Atleta, Executivo, Evento Esportivo, Ação de Empresa de Mídia, Ativação de Patrocínio, Ação para o Fã, Ação no Digital, Ação Mais Ousada e Ação Social.

Nesta primeira fase de votação, serão escolhidos os três finalistas entre os cinco pré-selecionados em cada uma das categorias.

As votações serão abertas no dia 10 de janeiro e os votos irão até 10 de fevereiro.

Veja os indicados por categoria:

Case Internacional: Compra do Valladolid por Ronaldo; Qatar Airways no Boca; Nike e Colin Kaepernick; Marca Jordan e Paris Saint-Germain; Copa Davis e agência Kosmos.

Atleta: Gabriel Medina (surfe), Hugo Calderano (tênis de mesa), Isaquias Queiroz (canoagem), Ana Marcela Cunha (maratona aquática) e Etiene Medeiros (natação).

Executivo: Cesar Villares (Go4It), Ronaldo Nazário (Octagon), Álvaro Cotta (Liga Nacional de Basquete), Bruno Spindel (Flamengo) e Marcelo Frazão (Santos).

Evento Esportivo: Rio Open (tênis), Jogo das Estrelas do NBB (basquete), finais da Copa do Brasil (futebol), GP Brasil (fórmula 1) e Oi Rio Pro (surfe).

Ação de Empresa de Mídia: Reposicionamento da Turner, Entrada da DAZN, Venda direta do ESPN Watch, Streaming do Premiere e Facebook na Liga dos Campeões.

Ativação de Patrocínio: Heineken no GP do Brasil de Fórmula 1, Sofá da Sky no NBB e no vôlei, GOL e seleção brasileira, Bradesco no rúgbi e MRV no Flamengo.

Ação para o Fã: Centenário do Fortaleza, Realidade Virtual no Mogi Basquete, Ativação do Santos para a chegada de Jorge Sampaoli, Jogo em celebração à conquista da Tríplice Coroa de 2003 do Cruzeiro e Camisa de Ayrton Senna.

Ação Digital: Branded content do Santos, Final da Copa do Brasil, Magnus Futsal e Desimpedidos, Canal do Marcelo no YouTube e Streaming próprio do Palmeiras.

Ação mais ousada: Acordos de mídia do NBB, Quadra da Asics no Rio Open, Narradora da Lay’s na final da Liga dos Campeões, Goleiro do Atlético-PR usando celular durante o jogo e Jogo do All Blacks Maori no estádio do Morumbi.

Ação Social: “Respeita as Mina” e Corinthians, Cruzeiro e síndrome de down, Bahia e o Mês da Consciência Negra, Dia das Crianças do Rio Open e Clubes patrocinados pela Caixa no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

Reportagem: Maquinadoesporte.uol.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *