LIDERANÇA CONSOLIDADA

O Corinthians continua liderando o Brasileirão são 6 vitórias em 7 jogos, sem perder a 20 jogos.

Jogando na Arena venceu o Cruzeiro pelo placar de 1 a 0, Jadson cobrou o escanteio e o zagueiro Balbuena cabeceou para marcar, aos 42 minutos do segundo tempo.

No clássico paulista da rodada, o Santos conseguiu vencer o Palmeiras pelo placar mínimo.

E na estreia do técnico Levir Culpi o time da Vila conquistou a terceira vitória seguida.

Aos 5 minutos do segundo tempo, Jean Mota lançou Kayke que trombou com o zagueiro Edu Dracena e tocou na saída do goleiro Fernando Prass.

Os jogadores do Palmeiras reclamaram muito com a arbitragem.

No duelo entre Atléticos, o Paranaense bateu o Mineiro com um gol no fim e conquistou a primeira vitória na competição.

Em Goiânia, o Atlético-GO recebeu o Avaí-SC e venceu por 3 a 1.

Os outros dois duelos terminaram empatados.

No Independência, em Belo Horizonte Atlético-MG e Atlético-PR entraram pressionados pelas respectivas posições na parte de baixo da tabela.

Quando o resultado parecia se encaminhar para o empate sem gols, já aos 44 minutos do segundo tempo, Felipe Santana vacilou no meio e a bola ficou com Sidcley.

O lateral aproveitou, partiu em velocidade e bateu na saída de Victor para garantir o primeiro triunfo do Furacão no Campeonato Brasileiro.

Com a vitória por 1 a 0, o Rubro-Negro foi a cinco pontos e segue na lanterna, agora com apenas um ponto da primeira equipe fora da zona de rebaixamento.

O Galo, com seis, entrou no Z-4 e agora é o décimo sétimo.

No Estádio Olímpico, em Goiânia, o Atlético-GO recebeu o Avaí e não deu chance ao adversário.

Aos 16 minutos do primeiro tempo, Jorginho aproveitou belo passe de Andrigo pela direita e, livre de marcação, superou Kozlinski para abrir o placar.

Oito minutos depois, Judson serviu Juan na área e o lateral bateu na saída de Felipe para deixar tudo igual.

Ainda na etapa inicial, aos 46 minutos do primeiro tempo, Jorginho foi derrubado na área: pênalti. Everaldo foi bem na cobrança e deixou o Rubro-Negro na frente novamente.

Na etapa final, já na marca dos 46 minutos, nova penalidade para o Dragão.

Mais uma vez, Everaldo bateu muito bem e anotou o segundo para dar números finais ao duelo.

O Atlético foi a seis pontos e deixou a zona de rebaixamento, subindo para o décimo sexto lugar.

O Leão catarinense, com cinco, é o décimo nono.

No Barradão, em Salvador, o Botafogo-RJ abriu 2 a 0 ainda no primeiro tempo e encaminhou o triunfo para cima do Vitória-BA.

Bruno Silva abriu o placar aos 29 minutos do primeiro tempo, após ótima bola de Rodrigo Pimpão.

Aos 41 minutos do segundo tempo, novamente Bruno Silva, desta vez aproveitando rebote, balançou a rede dos baianos e ampliou para o Alvinegro.

E se na etapa inicial o jogo foi todo dos cariocas, o Rubro-Negro mandou nos últimos 45 minutos do confronto.

Gabriel Xavier aproveitou cruzamento de David e descontou logo aos quatro minutos.

Já aos 30 minutos do segundo tempo, Kieza recebeu após confusão na área e, com o gol livre, evitou a derrota do Leão e garantiu o 2 a 2 no placar.

O Glorioso tem nove pontos e agora é o décimo terceiro colocado.

O Rubro-Negro tem cinco e é o décimo oitavo.

Na Ilha do Retiro, no Recife, Sport-PE e São Paulo-SP não conseguiram sair do 0 a 0.

O Leão pernambucano é o décimo quinto colocado na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com oito pontos, e o Tricolor do Morumbi é o sexto, com dois a mais.

No Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro, o Flamengo fez a estreia no estádio que usará para mandar seus jogos a partir de agora e fez bonito diante da Ponte Preta.

O bom público na Ilha do Urubu, como o clube está chamando o campo, viu o Rubro-Negro sair na frente na reta final do primeiro tempo.

Aos 47 minutos do primeiro tempo, Diego cobrou o escanteio na área e Réver foi lá no alto para tocar de cabeça e abrir o placar.

Na etapa final, na marca dos 13 minutos do segundo tempo, Vinícius Júnior recebeu na direita e cruzou na medida para Leandro Damião ampliar com cabeçada certeira e garantir a vitória carioca.

O Flamengo foi a dez pontos e subiu para o décimo lugar.

A Macaca tem a mesma pontuação e está logo acima, no nono lugar.

Na Arena Condá, em Chapecó, a Chapecoense recebeu o Vasco e conquistou um triunfo importante.

Aos 28 minutos do primeiro tempo, Seijas cobrou escanteio na área e Andrei Girotto subiu na primeira trave para abrir o placar.

Nenê mandou na área em cobrança de escanteio e Jean subiu bem para deixar tudo igual.

Na etapa final, a Chapecoense voltou melhor e botou o goleiro Martin Silva para trabalhar.

Após grandes defesas, o arqueiro uruguaio não conseguiu evitar que Arthur deixasse a sua marca.

O atacante recebeu na esquerda, foi conduzindo a bola para o meio e encheu o pé para marcar um golaço, no ângulo, e garantir mais três pontos para o Verdão do Oeste.

A Chape foi a 13 e está no quarto lugar.

O clube de São Januário tem nove e é o décimo segundo colocado.

Reportagem: Cbf / Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *