Leicester City: a mortal surpresa da Premier League

Em quase todos as Ligas disputadas pelo mundo há um time que é considerado a surpresa da competição. O comum, no entanto, é que com o passar das rodadas, esses times percam o fôlego, e ocupem, no máximo, posições intermediárias nas tabelas. Nos campeonatos disputados em pontos corridos, então, isso é mais raro ainda. Normalmente, os clubes com mais poder financeiro que chegam ao topo.

Mas, na Premier League, um time considerado médio, vem dando o que falar. Há 23 rodadas, o Leicester City figura entre os primeiros colocados da competição. Mais do que isso. No momento, o time do treinador italiano Claudio Ranieri está na liderança do campeonato, três pontos a frente dos milionários Arsenal e Manchester City.

article-2626969-1D96A93300000578-24_634x319
Vichai Srivaddhanaprabha, o mecenas do Leicester

Se a atual posição do Leicester no Campeonato Inglês surpreende muita gente, pelo menos uma pessoa realmente acreditou no time. Trata-se de Vichai Srivaddhanaprabha, tailandês que adquiriu o clube em 2010. Logo após a conquista do título da segunda divisão na temporada 2013/2014, Vichai anunciou que investiria cerca de 180 milhões libras (R$ 1,057 bilhão) no clube para que, em até três anos, os Foxes terminassem entre os cinco primeiros colocados da elite inglesa.

“Estou pedindo três anos, e nós estaremos lá. Não desafiaremos os cinco melhores times imediatamente. Nós temos uma chance de batê-los? Sim, temos, mas acredito que precisamos estabilizar a nossa presença na liga primeiro e para depois pensarmos no próximo passo”, afirmou Srivaddhanaprabha em maio de 2014.

Capturar
Reprodução – Google Maps

Leicester é uma cidade que fica a 143km da capital Londres. O Leicester City, conhecido como “The Foxes”, tem 132 anos de existência e manda seus jogos no King Power Stadium, que tem capacidade de 32.262 pessoas.

Em 23 jogos na temporada 2015/16 conseguiu implacar uma impressionante série de 13 vitórias, 8 empates, e apenas duas derrotas. O Leicester é o melhor mandante do Campeonato Inglês, com 25 pontos conquistados, o que significa um aproveitamento de 69,44% dos pontos disputados fora de casa. Se longe do King Power Stadium o aproveitamento em casa é apenas mediano. Foram 22 pontos conquistados num aproveitamento de 66,67%.

O Leicester possui o segundo melhor ataque da competição, atrás apenas do Manchester City, que anotou 45 tentos. Dos 42 do Leicester, destacam-se os 16 do artilheiro da competição, Jamie Vardy, e os 13 marcados por Riyad Mahrez, vice-artilheiro do time. Mahrez figura também entre os principais assistentes do torneio, com 8 passes para gol.

Mahrez e Vardy
Mahrez e Vardy

O curioso é que os dois principais jogadores do clube são tão improváveis quanto o Leicester liderar uma das competições mais equilibradas da Europa. A dupla Jamie Vardy e Riyad Mahrez custou um total de 1,350 milhão de libras (R$ 7.934.287). O inglês foi contratado junto ao Fleetwood Town FC, da quarta divisão inglesa. Já o franco-argelino, chegou do pequeno Le Havre, da segunda divisão francesa.

O fato de ser o atual artilheiro da Premier League não é o único destaque de Vardy. O atacante inglês bateu nesta temporada um antigo recorde individual que pertencia a Ruud Van Nistelrooy, em sua época de Manchester United. Ao anotar gols em 11 partidas consecutivamente, Vardy deixou o holandês para trás, com seus 10 gols em 10 jogos pelos Red Devils. Roy Hodgson, técnico do ‘English Team’, como é conhecida a Seleção da Inglaterra, não ignorou a boa fase do centroavante, e já o convocou.

Esse é o improvável, surpreendente, porém mortal líder da Premier League.

, , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *