JUVENTUDE NA LIDERANÇA

No início da noite desta terça-feira (11), três jogos abriram a décima terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Jogando em casa, o Londrina saiu atrás no placar, mas virou sobre o ABC: 3 a 1.

A situação foi a mesma no Bento Freitas: o Brasil de Pelotas-RS também começou perdendo e bateu o Oeste pelo mesmo placar.

No Heriberto Hülse, o mandante Criciúma não teve o mesmo resultado positivo viu o Paysandu largar na frente, mas ficou apenas no empate em 1 a 1.

No Estádio do Café, o ABC abriu o placar aos 12 minutos do primeiro tempo.

Após falta cobrada por Gegê, o goleiro César saiu mal e a bola sobrou para Lucas Coelho marcar de cabeça: 1 a 0.

O Londrina chegou ao empate aos 21 minutos do primeiro tempo.

Jonatas Belusso avançou em velocidade e cruzou para o chute de primeira de Wellisson: 1 a 1.

O time potiguar pressionou, mas foi o Tubarão quem teve sucesso nas finalizações.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, após nova boa jogada de Jonatas Belusso, Celsinho recebeu e colocou o time da casa na frente.

Quatro minutos depois, aos 33 minutos do primeiro tempo, Reginaldo aproveitou contra-ataque, ficou cara a cara com Edson e fez o terceiro do Londrina.

Na volta do intervalo, o ABC seguiu criando boas chances, mas não conseguiu reverter o placar.

Com o resultado, o Londrina ganhou quatro posições e agora aparece em sétimo lugar, com 19 pontos.

O ABC, com 12 pontos, está em décimo nono.

O resultado do jogo em Pelotas foi igual ao de Londrina: o mandante saiu atrás no placar, mas venceu por 3 a 1.

O Oeste abriu o marcador aos 25 minutos do primeiro tempo.

Em contra-ataque pela direta, Mazinho levou a melhor na marcação e rolou para Júlio César entrar na área e marcar.

O Brasil, que já vinha pressionando, empatou aos 37 minutos do primeiro tempo.

Em jogada bem trabalhada, Rafinha recebeu na entrada da área e passou para João Afonso soltar uma bomba no ângulo de Felipe Alves: 1 a 1.

O Xavante seguiu dominando a partida e, logo aos 4 minutos do segundo tempo, ampliou com gol de Rafinha.

Sem dar espaço para o Oeste, o Brasil marcou o terceiro aos 28 minutos do segundo tempo.

Wagner avançou pela direita e lançou para Marcinho bater no cantinho: 3 a 1.

Com 17 pontos, o Brasil de Pelotas agora aparece em décimo primeiro lugar.

O Oeste, com 16 pontos, é o décimo quinto colocado.

No Heriberto Hülse, também foi o visitante que largou na frente.

Aos 6 minutos do segundo tempo, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Fernando Lombardi tocar de cabeça para a área.

Bergson apareceu entre os zagueiros e abriu o placar para o Paysandu: 1 a 0.

O empate do Criciúma também saiu após escanteio.

Aos 31 minutos do segundo tempo, Diego Giaretta desviou e deixou tudo igual.

Com o resultado, o Tigre aparece na décima terceira posição, com 17 pontos, enquanto o Papão, com 14 pontos, desceu para o décimo sexto lugar.

A décima terceira rodada da Série B do Brasileirão segue agitada.

Mais quatro jogos foram realizados nesta terça-feira (11), com destaque para a vitória do Guarani por 1 a 0 sobre o Goiás.

Com o resultado, o Bugre quase reassumiu a liderança da competição, mas o Juventude empatou com o Náutico e segue no topo.

Também na briga pelo G-4, América-MG, Vila Nova-GO e Internacional garantiram três pontos.

No Brinco de Ouro, o Guarani venceu o Goiás por 1 a 0.

No primeiro tempo, o Bugre criou boas chances, mas não contava com a noite inspirada do goleiro Marcelo Rangel.

Em uma das finalizações, Samúdio saiu na cara do gol, mas Rangel defendeu com a ponta dos dedos.

Na melhor oportunidade para o Goiás, o chute de longe de Jean Carlos bateu no travessão.

O gol da partida saiu aos 32 minutos do segundo tempo.

Luiz Fernando cruzou direto na cabeça de Samúdio, que subiu mais que a defesa e mandou no canto esquerdo de Rangel.

Com a vitória, o Bugre segue em segundo lugar, agora com 25 pontos.

pontosO Goiás, com 17, aparece em décimo lugar.

Jogando em casa, no Independência, o América-MG venceu o Boa Esporte-MG por 2 a 0 e segue firme dentro do G-4 é o terceiro colocado, com 23 pontos.

O Boa até iniciou o jogo pressionando, mas foi o Coelho quem saiu na frente.

Aos 42 minutos do primeiro tempo, Ruy soltou uma bomba do meio da rua e marcou: golaço!

Inspirado, o meia marcou o segundo aos 11 minutos do segundo tempo.

Norberto tocou para Ruy, que mandou mais um chute forte de canhota: 2 a 0.

Com a derrota, o Boa Esporte segue com 16 pontos, mas perdeu uma posição na tabela.

Agora ocupa o décimo quarto lugar.

O Vila Nova-GO também levou a melhor jogando em casa nesta terça-feira (11).

No Serra Dourada, o time bateu o Paraná por 3 a 2.

Dominando a partida, os goianos abriram o placar aos 39 minutos do primeiro tempo, com gol de Moisés.

Aos 41 minutos do primeiro tempo, Alan Mineiro recebeu de Alípio e marcou o segundo.

Na volta do intervalo, o terceiro gol do Vila saiu de pênalti, aos 14 minutos do segundo tempo.

Após Wallace colocar a mão na bola, Alan Mineiro bateu no canto e converteu: 3 a 0.

A reação do Paraná começou aos 26 minutos do segundo tempo.

Minho recebeu e chutou forte de fora da área para descontar.

Aos 44 minutos do segundo tempo, João Pedro cobrou falta com categoria no ângulo de Luis Carlos: 3 a 2.

Com a vitória, o Vila Nova segue em quarto lugar, agora com 23 pontos.

O Paraná, com 17 pontos, está na décimo segundo lugar.

O único mandante dos jogos de 20h30 que não somou três pontos foi o Ceará.

No Castelão, o time cearense perdeu para o Internacional por 2 a 0.

Apesar de boa posse de bola e algumas chances criadas, o Vozão não conseguiu marcar em Fortaleza.

Já o Inter pressionou do início ao fim e conseguiu a vitória.

O primeiro gol saiu aos 11 minutos do primeiro tempo.

Edenílson cruzou na medida para William Pottker, livre, marcar.

Aos 19 minutos do primeiro tempo, após bola na trave de Uendel, a bola foi para escanteio.

Na cobrança, Cláudio Winck ficou com a sobra e arriscou de longe.

Éverson defendeu, Potteker perdeu o rebote, mas Nico López apareceu para mandar um chutaço de primeira: 2 a 0.

Com a vitória, o Colorado ultrapassou o próprio Ceará e subiu para o quinto lugar, com 21 pontos.

O Vozão, com 18 pontos, caiu para oitavo.

Mais uma rodada no topo! Juventude empata com o Náutico e segue líder

Fechando a décima terceira rodada, Juventude e Timbu ficam no 1 a 1, Luverdense e Santa Cruz empatam em 2 a 2, e o CRB-AL venceu o Figueirense por 2 a 1.

Com todos os jogos realizados nesta terça-feira (11), o Juventude visitou o Náutico, na Arena Pernambuco, e empatou em 1 a 1.

Com o resultado, o time gaúcho segue na liderança da competição.

Nas outras duas partidas do fim desta noite, Luverdense e Santa Cruz empataram em 2 a 2, enquanto o CRB-AL derrotou o Figueirense por 2 a 1.

Jogando em casa, o Náutico iniciou bem a partida e saiu na frente aos 38 minutos do primeiro tempo. Gilmar se antecipou após cruzamento da esquerda e mandou para o fundo das redes.

Na volta do intervalo, o Timbu diminuiu um pouco o ritmo e viu o Juventude chegar ao empate aos 13 minutos do segundo tempo.

Após cruzamento da direita, a bola sobrou para Wallacer chutar e deixar tudo igual: 1 a 1.

Com o resultado, o Juventude segue na liderança da Série B, agora com 26 pontos.

O Náutico, com seis, é o lanterna.

No Rei Pelé, o CRB-AL marcou os dois gols da vitória sobre o Figueirense ainda no primeiro tempo.

Aos 36 minutos do primeiro tempo, Danilo Pires deu ótimo passe para Élvis tocar na saída de Saulo: 1 a 0.

Pressionando, o Galo ampliou aos 44 minutos do primeiro tempo.

Diego bateu falta com estilo, Saulo tocou na bola e ela acertou a trave.

Na sobra, Flávio Boaventura empurrou para o gol livre: 2 a 0.

O Figueirense voltou do intervalo em busca do resultado.

Aos 5 minutos do segundo tempo, Índio encontrou Henan livre e tocou para o atacante chutar forte e descontar: 2 a 1.

Os times seguiram buscando o ataque, mas sem alterar o placar até o apito final.

Com 20 pontos, o CRB subiu para o sexto lugar.

O Figueirense, com 12 pontos, desceu para o décimo oitavo.

Em Lucas do Rio Verde, no Estádio Passo das Emas, Luverdense e Santa Cruz empataram em 2 a 2.

O time da casa abriu o placar aos 8 minutos do primeiro tempo, com gol do camisa 10 Sérgio Mota.

O empate do Santa saiu nos primeiros segundos da volta do intervalo.

Augusto recebeu de William Barbio, cortou para a esquerda e mandou uma bomba para deixar tudo igual.

Aos 13 minutos do segundo tempo, Sérgio Mota apareceu para colocar o Luverdense novamente na frente.

Os times seguiram pressionando até que, aos 43 minutos do segundo tempo, Bruno Silva cobrou pênalti a favor do Santa Cruz e fechou o placar.

Com 18 pontos, o Santa Cruz é o nono colocado da Série B, enquanto o Luverdense, com 13 pontos, está na décima sétima posição.

Reportagem: CBF.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *