JACARÉ NA BRIGA

Na tarde deste sábado (15), o Brasiliense fez a segunda partida contra o Real jogando no Estádio Nacional Mané Garrincha.

Com a vantagem de ter vencido o jogo de ida por 3 a 0, o Brasiliense não fez uma grande partida, foi bem abaixo das expectativas.

O Real que precisava quebrar uma escrita neste campeonato e fazer três ou mais gols, começou pressionando.

Jorginho teve uma chance com menos de um minuto, mas o goleiro Andrey fez uma boa defesa.

No Lance seguinte, aos 9 minutos do primeiro tempo, Rafael Mineiro cobrou escanteio, o goleiro Andrey não fez o corte e o zagueiro Vitor Hugo marcou.

Real 1 a 0.

O Real continuou atacando o Brasiliense e perdeu algumas oportunidades de gol ainda na primeira etapa com Rafael Mineiro, Giba e William.

O goleiro Andrey fez uma defesa de cinema.

Na cobrança de escanteio de Rafael Mineiro, Giba cabeceou forte e o goleiro espalmou.

O Jacaré quase não assustava o goleiro Léo Rodrigues.

No segundo tempo, a situação continuou como terminou a primeira etapa, o Real atacava e o Brasiliense controlava o jogo pela grande vantagem que tinha.

O goleiro Andrey fez duas grandes defesas.

Na primeira na falha do zagueiro Preto Costa, William chutou e o goleiro defendeu a queima roupa.

Na segunda oportunidade, outro vacilo da defesa do Brasiliense, Giba tentou o goleiro fez a defesa com o peito e no rebote Tom isolou a bola.

Foram pelo menos oito oportunidades claras de ampliar o marcador.

De tanto insistir, o Real chegou ao segundo gol.

Aos 31 minutos do segundo tempo, o goleiro Andrey tentou sair rápido, os jogadores do Brasiliense se atrapalharam no meio campo, com um belo passe de Santos para Jorginho que invadiu a área e na saída do goleiro, rolou para Giba completar para o gol.

Real 2 a 0.

Quando parecia que o Real poderia ter a chance de fazer o terceiro e levar a decisão para os pênaltis.

Gerson começou a jogada, tocou em Reinaldo, o atacante encontrou o meia Márcio Diogo que pegou de primeira e acertou o canto esquerdo do goleiro Léo Rodrigues.

O Brasiliense descontou aos 34 minutos do segundo tempo.

Nos minutos finais, o Real foi para o abafa, tentar pelo menos dois gols e levar aos pênaltis.

Em vão, o Brasiliense conseguiu segurar o resultado.

O Jacaré aguarda o vencedor do confronto deste domingo (16), às 11 horas no mesmo Mané Garrincha entre Santa Maria e Sobradinho.

Na primeira partida vitória do Santinha por 1 a 0.

Para o técnico Rafael Toledo, a equipe não teve a mesma postura do primeiro jogo e sofreu uma pressão desnecessária.

“Temos que estabilizar. Um jogo deste carregado de emoções, ficar com a bola controlar a partida e saber se defender, tem que estar preparado para o desespero do adversário, faltou um pouco mais de saída e posse de bola, agora é estudar o próximo adversário”, comentou Toledo.

O técnico do Real, Luís Carlos Sousa, comentou que a equipe se portou muito bem em campo nesta partida, porém, a vaga foi decidida no jogo de ida, quando foi derrotada por 3 a 0.

“No primeiro jogo, a equipe não entrou em campo no segundo tempo, decretou a perda da vaga. Hoje nós merecíamos ter ganhado de mais de dois gols. Tivemos um volume maior de jogo, com muito mais oportunidades, no outro jogo o Brasiliense mereceu três e este jogo a gente merecia mais. Nós vacilamos, eles foram mais atentos e definiram a classificação”.

Final, Brasiliense-DF classificado 1 Real-DF eliminado 2.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *