INTER TROPEÇA MAIS UMA VEZ NA SÉRIE B

Em um jogo um tanto maluco, com mais de 40 finalizações, Luverdense e Inter empataram em 2 a 2 na noite desta segunda-feira (6), em Lucas do Rio Verde, pela trigésima quarta rodada da Série B.

Apesar do ritmo alucinante e do alto número de chances criadas, o Colorado ainda não atinge a projeção necessária para cravar seu retorno à elite do futebol brasileiro. Já os donos da casa dormem, ao menos esta noite, fora da zona do rebaixamento.

Com o empate, o Inter chega aos 63 pontos, segue líder, mas ainda não consegue confirmar o acesso virtual à Série A, o que pode acontecer no próximo sábado (11), às 16h30, contra o Vila Nova, no Beira-Rio.

Já o Luverdense dorme quatro posições acima e fora da zona do rebaixamento.

Chega aos 40 pontos e ocupa a décima terceira posição.

Na sexta-feira (10), vai a Curitiba enfrentar o Paraná, às 21h30.

Não faltou animação no Passo das Emas.

Com um minuto de jogo, o Luverdense já vencia a partida.

Alfredo aproveitou erro da defesa e marcou.

O gol abriu a partida.

O Inter buscava o empate, mas abusava dos erros.

Os donos da casa aproveitavam os espaços e tentavam ampliar.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, Alfredo teve a chance de anotar o seu segundo.

Sem goleiro, cabeceou para fora.

Quatro minutos depois, aos 33 minutos do primeiro tempo, veio o castigo. William Pottker cruzou na cabeça de Leandro Damião, que deixou tudo igual

A história se repetiu.

Logo no primeiro minuto, Marcos Aurélio recebeu com liberdade de Aderlan e bateu no canto esquerdo, sem chance para Danilo.

Sérgio Mota poderia ampliar aos quatro, mas mandou para fora.

Aí o Inter buscou novo empate. Cláudio Winck cruzou rasteiro e Uendel chutou em cima da defesa.

No rebote, Leandro Damião pegou de primeira e superou o goleiro Diogo Silva.

O Luverdense tentou mais duas vezes, com Douglas Baggio e Rafael Ratão, mas ambos pararam em Danilo Fernandes.

A resposta veio dos pés de Pottker, que recebeu cruzamento de D’Alessandro e bateu de direita, para defesa do goleiro Diogo Silva.

Rafael Ratão tentou mais uma vez aos 22 minutos do segundo tempo, e a bola passou sobre o gol.

Dali em diante, o duelo teve um descanso.

As equipes diminuíram o ritmo e passaram a tocar mais a bola, sem o ímpeto alucinado pelo ataque.

Aos 42 minutos do segundo tempo, Paulinho acertou o travessão em cobrança de falta.

O Luverdense não esperou muito para marcar seus gols, nos dois tempos.

Aos 56 segundos da primeira etapa, após boa troca de passes pelo lado direito, Alfredo aproveitou a bobeira da defesa colorada para abrir o placar.

No segundo tempo, o relógio marcava pouco mais de um minuto quando Marcos Aurélio recebeu de Aderlan e bateu no canto de Danilo Fernandes.

Leandro Damião resolveu mais uma vez para o Inter.

Marcou o gol do 1 a 1 aos 33 do primeiro tempo, após receber cruzamento de Pottker, e o do 2 a 2, já aos seis do segundo.

Aproveitou a sobra depois de chute de Uendel em cima da defesa e mandou para a rede.

Detalhe: Leandro Damião sentiu dores na coxa esquerda, o que ficou evidente na comemoração, mancando.

Na sequência, deu lugar a Nico López.

Os dois times pareciam alucinados em campo.

Se um atacava e criava chance de gol, o outro respondia na mesma moeda.

O próprio resultado justifica as inúmeras oportunidades.

A partida em Lucas do Rio Verde terminou com 43 finalizações, sendo 23 do Luverdense e 20 do Inter.

Destas, 19 tornaram-se em tentativas claras de gol.

Na última delas, Paulinho cobrou falta de longe e acertou o travessão de Danilo Fernandes.

Ufa!

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *