INTER MUITO PERTO DO ACESSO

Em um jogo repleto de idas e vindas, o Inter venceu o Criciúma por 3 a 2 na tarde deste sábado (21) no Heriberto Hülse, em Criciúma e manteve a liderança da Série B.

O time de Guto Ferreira começou em cima dos mandantes e não demorou a abrir vantagem.

Logo aos 6 minutos do primeiro tempo, Leandro Damião lançou Eduardo Sasha, que dividiu com Maicon Silva e marcou contra.

Aos 15 minutos do primeiro tempo, ampliou, com Víctor Cuesta.

Parecia que seria uma goleada.

Nada disso.

O Tigre descontou aos 32 minutos do primeiro tempo.

Após um descuido da defesa, Edson Borges completou de cabeça falta cobrada por Alex Maranhão.

Na etapa final, os donos da casa foram dispostos a empatar.

E conseguiram.

Aos 13 minutos do segundo tempo, Silvinho foi derrubado por Danilo Silva.

Pênalti.

O próprio atacante bateu e buscou.

Estava complicado.

Porém, Guto Ferreira resolveu sacar D’Alessandro e William Pottker para as entradas e Camilo e Carlos, respectivamente.

Deu certo. Camilo lançou Carlos e garantiu a vitória

Postulantes ao G-4, Vila Nova e Oeste ficaram no empate sem gols em Goiânia.

Com o resultado que pode ser ruim para ambos na briga pelo acesso para a Série A.

Jogando diante de mais de 20 mil pagantes, o time goiano pressionou mais, porém, pecou no último passe e nas finalizações.

Satisfeito com sua proposta de jogo, o Oeste se fechou, mas também não conseguiu encaixar nenhum contra-ataque.

O Brasil voltou a tropeçar em casa e empatou em 1 a 1 com o Santa Cruz, no Bento Freitas.

Marlon, de pênalti, marcou para o Xavante, enquanto João Ananias fez para os visitantes.

Os times marcam passo na tabela, já que seguem sob risco de rebaixamento.

Pior para os pernambucanos, que estão em antepenúltimo, a três pontos do décima sexta, o primeiro fora da zona da degola.

O Londrina engatou a terceira vitória seguida após os 2 a 0 sobre o Paysandu, no Estádio do Café.

Os gols de Negueba, logo aos dois minutos, e Carlos Henrique, também no primeiro tempo, afastaram qualquer risco de rebaixamento do Tubarão, que ainda pode permanecer sonhando com o G4.

Do outro lado, o Papão fica ainda mais em alerta com a degola na reta final da Segundona.

Com gols marcados em cobranças de pênalti, América-MG e Paraná empataram por 1 a 1 no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

João Pedro abriu o placar para o time paranista na etapa inicial. Bill deixou tudo igual no segundo tempo.

Não precisava de tanto sufoco. Soberano no início, o Goiás poderia ter vencido com tranquilidade.

O Alviverde abriu vantagem de dois gols logo no começo.

Depois acabou ficando com um homem a menos, levou pressão durante quase todo segundo tempo, mas mesmo assim saiu com a vitória de 2 a 1 sobre o Luverdense.

Alex Alves e Aylon marcaram os gols esmeraldinos no Passo das Emas.

Moacir descontou para o time da casa, mas não evitou a derrota.

“O jogo só acaba quando termina”.

O Ceará levou isso a sério, acreditou e conseguiu arrancar o empate com o Figueirense no minuto final da partida válida pela trigésima primeira rodada do Brasileirão Série B.

Na Arena Castelão, Lima fez o primeiro do Vovô, e Pio, aos 49 minutos do segundo tempo, garantiu o 2 a 2 que garantiu a vice-liderança da competição e manteve a boa sequência do time de Marcelo Chamusca, que não perde há oito jogos.

Dudu Vieira fez os dois do Furacão.

Para o time cearense, o empate chegou com gosto de vitória e a garantia de mais um ponto na reta final da competição.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *