ILHAS SALOMÃO VIROU O JOGO

Com uma virada construída no primeiro tempo, a seleção de Ilhas Salomão derrotou Papua Nova Guiné por 2 a 1 nesta terça-feira (13) e se qualificou para decidir com a Nova Zelândia quem será o representante da Oceania para o embate com o quinto colocado da América do Sul (hoje, seria a Argentina).

O duelo final valerá o passaporte para a Copa de 2018 na Rússia.

O triunfo em Port Moresby deu a liderança do Grupo B das eliminatórias continentais ao time salomônico, que chegou aos nove pontos, ultrapassou Taiti (seis) e ficou na primeira colocação da chave.

Com 10 pontos ganhos (contra cinco da Nova Caledônia e apenas um de Fiji), os neozelandeses já tinham se garantido no A.

Nova Zelândia e Ilhas Salomão jogarão em partidas de ida e volta nos dias 28 de agosto e 5 de setembro.

Elas se enfrentaram na segunda fase das eliminatórias da Oceania, quando a Nova Zelândia venceu por apenas 1 a 0, em junho de 2016.

Essa é a primeira vez que o formato prevê uma decisão para definir o campeão do continente.

Nas últimas edições, era disputado um quadrangular final, e o vencedor ia para a repescagem.

Em 2014, os neozelandeses foram derrotados pelo México.

A repescagem para a Copa, contra a seleção sul-americana, também será disputada em dois jogos.

Raymond Gunemba, aos 18 minutos, abriu a contagem para os locais.

Precisando de ao menos um empate para alcançar seu objetivo, o time de Ilhas Salomão foi à frente em 14 minutos fez o serviço.

Cobando pênalti, Henry Fa’arodo igualou aos 33 minutos, e Jerry Donga fez o tento que selou a vitória e manteve vivo o sonho dos visitantes.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *