Holanda e México nas semifinais

Holanda mostra força, goleia o Paraguai e avança às semifinais do Mundial sub-17.

Holandeses tiveram dois gols anulados pelo VAR, mas mesmo assim superaram os paraguaios no Kleber Andrade.

Desde o apito inicial, a Holanda se mostrava uma equipe totalmente diferente dos dois primeiros jogos que fez no Kleber Andrade.

Com um ataque leve, a seleção holandesa jogou os 45 minutos no campo paraguaio e abriu uma vantagem de 2 a 0, com gols de Hoever e Hansen.

Porém, no fim, após uma bobeada da defesa holandesa, Duarte diminuiu o prejuízo.

Em desvantagem, o Paraguai voltou do intervalo se atirando ao ataque.

Nos primeiros cinco minutos, até que os sul-americanos conseguiram pressionar, mas logo depois a Holanda voltou a controlar a partida.

E foi uma questão de tempo para a equipe do técnico Van De Veen fazer o terceiro, o quarto gol e garantir a vaga na semifinal do torneio.

Classificada para a semifinal, agora a Holanda enfrenta o México que venceu a Coreia do Sul.

O jogo decisivo da semifinal será realizado na próxima quinta-feira (14), às 16h30 (horário de Brasília), no estádio Bezerrão, no Distrito Federal.

O único gol da partida veio da cabeça de um jogador que entrou na segunda etapa.

Uma das melhores defesas deste Mundial sub-17, o México fez valer o poderio defensivo e na noite deste domingo (10), no Kleber Andrade, em Cariacica, mais uma vez saiu de campo sem tomar gols.

E como balançou a rede uma vez, com Avila no segundo tempo, terminou o jogo vencendo a Coreia do Sul por 1 a 0 e se classificou para as semifinais da competição.

Esta foi a quarta partida em que os mexicanos não são vazados e agora fazem um duelo de terceiros colocados na primeira fase contra a Holanda.

Aos 31 minutos do segundo tempo, após cruzamento de Ruiz, o centroavante Avila subiu mais alto que a zaga sul-coreana e testou firme, sem defesa para o goleiro Shin.

Nos 45 minutos iniciais, o jogo foi equilibrado no Kleber Andrade.

No placar de 0 a 0, na posse de 53% a 49% para a Coreia, nos chutes a gol 5 a 4 para o México e até mesmo nas bolas na trave, uma para cada lado, Choi em finalização de fora da área e Gomez em cobrança de falta.

Na etapa final, o jogo caiu em nível técnico, ficou muito mais truncado e em certos momentos com entradas mais duras.

O México chegava mais, mas o gol não saía.

Então, o técnico Marco Ruiz mexeu na equipe e promoveu as entradas dos atacantes Ávila e Luna.

E foi a dupla quem decidiu o jogo.

Após uma jogada de Luna, Ruiz cruzou para Ávila fazer o gol da classificação.

Classificado para a semifinal, agora o México enfrenta a Holanda, que mais cedo eliminou o Paraguai.

O confronto será uma reedição da semifinal do Mundial Sub-17 de 2005, que os mexicanos acabaram conquistando um dos seus dois títulos.

O jogo decisivo diante dos holandeses será realizado na próxima quinta-feira (14), às 16h30 (horário de Brasília), no estádio Bezerrão, no Distrito Federal.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *