HAMILTON VENCEU, MAS ROSBERG APROXIMA DO TÍTULO

O GP do México foi disputado no Autódromo Hermanos Rodríguez neste domingo (30), viu mais uma vitória de Hamilton na temporada de 2016.

E aproximou o alemão Nico Rosberg do título do mundial de pilotos.

Durante a primeira volta, Sainz empurrou o compatriota Alonso em uma disputa de posição.

Voltas depois, o jovem da STR foi punido pelo incidente.

O safety car virtual foi acionado em razão da batida na largada.

Daniel Ricciardo e Jolyon Palmer aproveitaram para antecipar a primeira troca de pneus.

Ericsson, por sua vez, foi aos boxes consertar o carro.

Na quarta volta Hamilton manteve a pole, seguido por Rosberg.

O inglês só foi ultrapassado na volta de número 17 quando entrou nos boxes para abastecer e fazer trocas de pneus macios pelos médios.

Por quatro voltas, o alemão liderou a corrida.

Quando foi para os boxes para ajustar a asa.

Da vigésima segunda até a quadragésima volta, Sebastian Vettel estava na dianteira.

A partir daí voltou a normalidade e Hamilton assumiu a primeira colocação, seguido por Rosberg com 4 segundos de vantagem.

A corrida ficou morna por diversas voltas.

Até Sebastian Vettel chegar de vez em Verstappen, indo em busca de um lugar no pódio.

O alemão deu o bote no holandês, que tentou frear para segurar a posição, e passou reto na chicane.

Max Verstappen voltou à frente de Vettel.

E Hamilton que ficou de fora da confusão das outras posições em disputa fechou a volta de número 71 com 8 segundos a frente de Rosberg.

E Sebastian Vettel completou o pódio.

Quanto aos representantes brasileiros, Felipe Massa largou em nono e chegou em nono, enquanto Felipe Nasr começou em décimo nono e cruzou a linha de chegada em décimo quinto.

O veterano da Williams destacou-se com boas defesas de posição (contra Vettel no início, e contra Sergio Pérez no meio da corrida).

Já o jovem da Sauber arriscou uma estratégia ousada: adiou o pit stop até a volta 51, mas a tática acabou não fazendo a diferença.

O piloto alemão poderá conquistar o título, no GP de Interlagos, no próximo dia 13 de novembro de 2016, pela vigésima etapa, com o regulamento debaixo do braço.

Com o resultado, o alemão chegou aos 349 pontos, 19 a mais que Hamilton (330).

Para ser campeão no Brasil, Rosberg precisa:

– vencer

– chegar em 2º e Hamilton, em 5º

– chegar em 3º e Hamilton, em 6º

– chegar em 4º e Hamilton, em 8º

– chegar em 5º e Hamilton, em 9º

– chegar em 6º e Hamilton, em 10º

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *