GRÊMIO ASSUMIU A VICE-LIDERANÇA

Dando sequência à décima terceira rodada do Campeonato Brasileiro, três jogos foram realizados no início da noite desta quinta-feira (13).

Brigando pela parte de cima da tabela, o Grêmio levou a melhor diante do Flamengo.

No Luso Brasileiro, o time gaúcho venceu o rubro-negro por 1 a 0 e assumiu a vice-liderança da competição.

Nos outros jogos, São Paulo e Atlético-GO empataram em 2 a 2, no Morumbi, enquanto o Sport venceu a Chapecoense por 3 a 0, na Arena Pernambuco.

No Rio de Janeiro, o Flamengo recebeu o Grêmio e, apesar de mais posse de bola e finalizações, viu o time visitante abrir o placar.

Após muito estudo entre as equipes no início do jogo, o Tricolor Gaúcho achou espaço pelo meio aos 25 minutos do primeiro tempo.

Luan passou por Márcio Araújo e Cuéllar, e tocou para Barrios.

Na tentativa do corte, Trauco acabou mandando a bola de volta para o camisa 7 do Grêmio, que chutou rasteiro: 1 a 0.

O Flamengo passou a pressionar e quase empatou aos 44 minutos do segundo tempo, quando Éverton encheu o pé e acertou o travessão.

Na volta do intervalo, o Flamengo até teve bom volume de jogo, mas não conseguiu reverter o placar.

O Grêmio se fechou e segurou o resultado até o final.

Com a vitória, o time gaúcho subiu para o segundo lugar da tabela, com 25 pontos.

O Flamengo, com 23, caiu para a quarta posição.

Na Arena Pernambuco, Sport e Chapecoense erraram muito a pontaria no primeiro tempo de jogo.

Na melhor chance para a Chapecoense, Arthur finalizou de perna esquerda e mandou por cima.

Do lado do Leão, a boa oportunidade foi no chute cruzado de Mena, mas que foi parado na defesa de Jandrei.

Na volta do intervalo, o Sport fez valer o mando de campo e abriu o placar aos oito minutos.

André avançou pela direita, tabelou com Everton Felipe, invadiu a área e chegou chutando: 1 a 0.

Nos acréscimos, o time pernambucano marcou mais duas vezes.

Aos 46 minutos do segundo tempo, Mena cruzou na medida para Diego Souza ampliar.

Três minutos depois, André se antecipou aos cruzamento rasteiro de Samuel Xavier e fechou a conta: 3 a 0.

Com a vitória, o Leão subiu para o quinto lugar, com 21 pontos.

A Chapecoense, com 15 pontos, ocupa a décima quarta posição.

Lutando contra a zona de rebaixamento, São Paulo e Atlético-GO se enfrentaram no Morumbi.

Após um primeiro tempo de poucas chances para os dois lados, o Tricolor Paulista voltou pressionando para a segunda etapa e abriu o placar aos 12 minutos.

Após Cueva cobrar falta no travessão, a bola voltou em Lucas Pratto, que não desperdiçou.

O time goiano empatou aos 20 minutos do segundo tempo.

Niltinho aproveitou falha tricolor e bateu no canto do gol para deixar tudo igual.

O jogo ficou agitado nos instantes finais.

Aos 38 minutos do segundo tempo, Marcinho mandou uma bomba de fora da área e colocou o São Paulo na frente.

Dois minutos depois, Everaldo aproveitou cruzamento de Bruno Pacheco e marcou um golaço de calcanhar: 2 a 2.

Com o resultado, o Tricolor segue na décima sétima posição, agora com 12 pontos.

Na Ressacada, o Coxa venceu por 4 a 1 e voltou para a parte de cima da tabela.

Agora o time paranaense tem 19 pontos apenas um atrás do primeiro dentro do G-6 e está na décima posição.

Já o Leão segue na zona de rebaixamento, com 12 pontos, na décima oitava posição.

Logo aos nove minutos de jogo em Florianópolis, Neto Berola foi derrubado por Judson na área.

Na cobrança do pênalti, Kleber bateu rasteiro no canto esquerdo e colocou o Coritiba na frente.

Atrás no placar, o Avaí partiu para o ataque.

Aos 18 minutos do primeiro tempo, Júnior Dutra quase empatou com chute cruzado de primeira. Wilson defendeu, e a zaga afastou o rebote.

No lance seguinte, Marquinhos cobrou falta fechada da esquerda e deixou tudo igual.

O jogo seguiu movimentado.

No primeiro ataque após o gol, Neto Berola invadiu a área e cruzou para trás.

Rildo bateu firme e colocou o Coxa na frente novamente: 2 a 1.

O segundo tempo não foi tão agitado como o primeiro.

Sem conseguir espaço, o Avaí não criou boas chances para reverter o placar.

A melhor chance de gol foi do Coritiba, aos 19 minutos do segundo tempo, quando Carleto cobrou falta com força e viu Douglas espalmar para frente.

Mesmo em vantagem, o Coxa seguiu buscando o jogo e marcou o terceiro aos 34 minutos do segundo tempo.

Carleto cobrou falta, a bola desviou na barreira, e Rildo aproveitou para completar.

Já nos acréscimos, aos 46 minutos do segundo tempo, Henrique Almeida recebeu passe de Matheus Galdezani e bateu cruzado, no cantinho de Douglas: 4 a 1.

Reportagem: CBF.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *