GOLEADA FRANCESA

No Estádio parque dos Príncipes na estreia das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, o Paris Saint-Germain venceu o Barcelona de 4 a 0.

Com show do argentino Di María, Cavani e Draxler.

Messi e Suárez pouco apareceram na partida.

Neymar até tentou, mas em vão.

Aos 17 minutos do primeiro tempo, Di María cobrou a falta por cima da barreira e abriu o placar.

Não deu para o goleiro Ter Stegen.

Detalhe: o argentino marcou no dia de seu aniversário de 29 anos.

PSG 1 a 0.

Aos 40 minutos do primeiro tempo, Messi foi desarmado por Verratti, que carregou e tocou para o alemão Draxler na área.

Chutou cruzado e fez o segundo do PSG.

Aos 10 minutos do segundo tempo, a jogada começou no pé de Trapp, passou por Matuidi, Kurzawa, e terminou com a imensa categoria do argentino Di María, que acertou um lindo chute colocado de fora da área.

PSG 3 a 0.

Aos 26 minutos do segundo tempo, Meunier fez boa jogada e deu um lindo passe por dentro para Cavani.

Em condição legal, o uruguaio chutou antes da chegada de Piqué e fez o quarto, isso mesmo, o quarto do PSG.

Luis Enrique sofreu a pior derrota de sua carreira como técnico, igualando-se, no Barcelona, aos 4 a 0 para o Athletic Bilbao em 2013 e 2015.

Foi, também, a primeira vez em que o Barça perdeu por tamanha desvantagem na Liga dos Campeões desde 2013 (os mesmos 4 a 0 para o Bayern de Munique, na semifinal).

Como o próprio definiu em entrevista coletiva após o jogo, “foi uma noite nefasta”.

Sem qualquer reação dos visitantes a cada gol recebido.

De outro lado, Unai Emery conquistou a sua segunda vitória sobre o Barça em 24 confrontos perdeu 16 e empatou outras seis como técnico do Sevilla.

O jogo de volta será dia 8 de março de 2016, às 16h45 no Estádio Camp Nou.

Final, Paris Saint-Germain (França) 4 Barcelona (Espanha) 0.

No Estádio da Luz, com grande atuação do goleiro Ederson, o Benfica venceu o Borussia Dortmund pelo placar de 1 a 0.

O Benfica começou a partida emlhor até aos 15 minutos.

Após isso, o Borrussia dominou e criou inúmeras oportunidade que não foram aproveitadas.

Aos 3 minutos do segundo tempo, Pizzi cobrou o escanteio, Luisão ganhou no alto, cabeceou no canto, mas Mitroglou interceptou antes da defesa de Bürki e chutou para o gol aberto para fazer 1 a 0.

O Borussia não se abateu e teve chances de empatar, mas parou no goleiro Ederson.

O goleiro defendeu até pênalti.
Aubameyang cobrou o pênalti no meio do gol, o goleiro brasileiro esperou e defende o pênalti.

No rebote, Luisão mandou para escanteio.

O zagueiro Luisão completou 500 jogos com a camisa do Benfica.

A partida de volta, com direito a Muralha Amarela no Westfalenstadion, ainda vai demorar a acontecer.

As equipes voltam a se enfrentar apenas no dia 8 de março, na Alemanha.

O Benfica avança com um empate.

Se marcar na casa do adversário, o time português pode perder por um gol de diferença que ainda se classifica.

Em caso de vitória por 1 a 0 do Borussia Dortmund, a partida vai para a prorrogação.

Final, Benfica (Portugal) 1 Borussia Dortmund (Alemanha) 0.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *