Goleada do United

Rashford e Martial decidem, e United goleia Chelsea no primeiro clássico do Inglês.

Red Devils têm boa atuação em casa e triunfam com velhos conhecidos decidindo, ao lado do jovem reforço Daniel James.

Andreas Pereira é titular e dá assistência, e Maguire estreia com segurança diante do time de Frank Lampard.

O desempenho ruim na última temporada e a janela de transferências sem grandes estrelas ofensivas fizeram o otimismo passar longe do Old Trafford nas últimas semanas.

Mas o primeiro jogo oficial do Manchester United na temporada certamente mudará tal clima.

Os Red Devils surpreenderam até o mais eufórico dos torcedores e começaram a Premier League com uma goleada por 4 a 0 sobre o Chelsea, neste domingo (11), em casa.

Rashford (duas vezes), Martial e o garoto Daniel James marcaram os gols do jogo.

Longe da briga pelo título inglês nos últimos anos, o Manchester United começa a Premier League 2019/2020 no alto da tabela.

O time fecha a primeira rodada na segunda colocação, com 3 pontos e quatro gols de saldo, ficando atrás apenas do rival City, que goleou o West Ham por 5 a 0.

O Chelsea larga na penúltima colocação.

Sem contratar estrelas para reforçar o ataque, o técnico Ole Günnar Solskjaer confiou a tarefa de marcar os gols a dois velhos conhecidos da torcida do United: Rashford e Martial.

E a dupla cumpriu a missão na estreia.

O camisa 10, atuando mais aberto, marcou duas vezes (uma de pênalti), e Martial – novo camisa 9 do time, fez seu gol como um legítimo centroavante.

Daniel James, única contratação ofensiva da janela, estreou balançando as redes e fechando o placar.

O começo da partida acenou para um Chelsea marcando forte e chegando bem ao ataque.

Mas bastou o pênalti cometido por Zouma e convertido por Rashford para mudar a realidade da partida e dar tranquilidade ao United, que passou a marcar a saída de bola e mostrar a velocidade de seus jogadores.

Na etapa final, a vitória foi encaminhada com dois gols em dois minutos, após contra-ataques de uma equipe certeira em um clássico intenso.

Principal reforço do United para a temporada, Harry Maguire deu o primeiro sinal de que o clube fez bem ao torná-lo o zagueiro mais caro da história.

O ex-jogador do Leicester teve uma grande estreia, indo bem em todos os duelos em que foi exigido e mostrando bastante segurança.

O duelo deste domingo (11) começou com três brasileiros como titulares: Andreas Pereira, no United.

E Emerson Palmieri e Jorginho (naturalizados italianos) pelo Chlesea.

O lateral do Chelsea teve um bom começo de jogo e chegou a atingir a trave em um belo chute, mas quem se destacou mais foi o meia do United, que atuou como armador e deu uma boa assistência para o gol de Martial, o segundo da partida. Kenedy ficou no banco pelos Blues.

“Não tem melhor forma de estrear na Premier! Muito feliz com a assistência e mais ainda com a perfomance do time. Já viemos de uma preparação muito boa, onde joguei de meia de ligação, posição que sempre joguei na base do United”, disse Andreas.

O primeiro clássico da Premier League teve como atração à parte a presença de duas lendas da competição à beira do campo, agora como treinadores: Ole Günnar Solskjaer, ídolo do United e técnico do time desde a temporada passada, e Frank Lampard, maior artilheiro da história do Chelsea e novo treinador dos Blues.

Marcelo e Casemiro marcam, mas Real Madrid perde para Roma nos pênaltis após erro do lateral.

Italianos e espanhóis empatam por 2 a 2 em jogo amistoso no Estádio Olímpico, e Giallorossi ficam com troféu simbólico depois de vitória nas cobranças de penalidades.

Roma e Real Madrid se despediram da pré-temporada com um movimentado jogo no Estádio Olímpico, na capital italiana.

Empataram por 2 a 2 no tempo normal com os brasileiros protagonistas no lado merengue.

Marcelo, capitão neste domingo (11), e Casemiro marcaram os gols da equipe espanhola. Dzeko e Perotti fizeram para os romanistas.

O lateral-esquerdo blanco, no entanto, foi o único que errou nas cobranças de pênaltis, e os Giallorossi ficaram com a taça em disputa, um bonsai dado pela empresa patrocinadora do evento, que promovia a sustentabilidade.

Roma e Real fizeram um jogo equilibrado e movimentado.

Todos os gols saíram no primeiro tempo.

Marcelo abriu o placar aos 15 minutos do primeiro tempo, com uma de suas jogadas clássicas: arrancou pela esquerda, cortou para o meio e chutou com a direita.

A Roma empatou com o argentino Perotti após boa jogada de Zaniola. Casemiro recolocou os merengues na frente com uma cabeçada depois de bom cruzamento de Marcelo, aos 38 minutos do primeiro tempo.

No minuto seguinte, Dzeko, um dos melhores em campo, recebeu dentro da área pela direita e fuzilou: 2 a 2.

Nas cobranças de pênalti, todos acertaram, com exceção de Marcelo, que mandou no travessão, e a Roma ficou com o troféu simbólico do jogo.

O jovem atacante entrou apenas no início do segundo tempo.

Começou na direita e, depois da saída de Hazard, caiu para a esquerda.

Fez o que está acostumado a fazer: apostou na velocidade, tentou dribles, mas errou nas finalizações e nas tentativas de passe perto da área.

Viu Jovic reclamar de suas decisões pelo menos duas vezes.

Fora dos últimos três amistosos do Real Madrid, Bale entrou em campo novamente na pré-temporada.

Em meio às especulações sobre sua saída da equipe, o galês mostrou disposição.

Foi um dos que mais se destacou na segunda etapa com duas boas finalizações e converteu seu pênalti.

No entanto, ele segue com situação indefinida.

A diretoria da equipe merengue ainda busca um destino para o atacante.

A Roma encerra a pré-temporada com quatro jogos: venceu Perugia (3 a 1) e Lille (3 a 2) e empatou com Athletic Bilbao (2 a 2) e Real Madrid (vitória nos pênaltis).

O Real Madrid fez sua sétima partida: perdeu para Bayern de Munique (1 a 3), Atlético de Madrid (3 a 7) e Tottenham (0 a 1), venceu Fenerbahçe (5 a 3) e Red Bull Salzburg (1 a 0) e empatou com o Arsenal (0 a 0) e Roma.

O time de Paulo Fonseca estreia no Italiano no dia 25 de agosto, contra o Genoa, em casa.

Os merengues pegam o Celta de Vigo no próximo sábado, fora de casa, na estreia do Espanhol.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *