Goleada das meninas da Vila

Após polêmicas, Santos atropela de novo e passa o Corinthians no Brasileiro feminino.

Sereias da Vila superam problemas de logísticas, aplicam maior goleada da história do Iranduba na Arena da Amazônia e assume a liderança isolada da competição.

Gi, Gláucia, Ketlen, Sochor e Sole Jaimes marcam.

O Santos superou toda a polêmica com falta de quartos no hotel, desabafos do elenco e comissão técnica nas redes sociais e desorganização da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para vencer o Iranduba por 5 a 0 nesta quarta-feira (17), na Arena da Amazônia, em Manaus, pela décima segunda rodada do Campeonato Brasileiro feminino.

Os gols, que deixam as Sereias na liderança da competição ao menos até esta quinta-feira (18), quando o Corinthians visita a Ferroviária-SP, foram marcados por Gi, Gláucia, Ketlen, Sochor e Sole Jaimes.

Com a vitória, o Santos soma seu trigésimo terceiro ponto e, por enquanto, se isola na liderança da competição, com 3 pontos a mais que o Corinthians, que tem 30 pontos, mas um jogo a menos.

O Iranduba se mantém na décima colocação, com 12 pontos, um a mais que o Foz Cataratas, que ainda joga na rodada, e dois a menos que o Vitória, último time dentro do G8.

O São José, que tem 14 pontos e está em nono lugar, ainda joga na rodada e pode deixar o Verdão ainda mais afastado da zona de classificação.

O Santos ignorou o fato de estar fora de casa e imprimiu uma marcação pressão no instante em que a bola rolou, mas quem levou perigo primeiro foi o Iranduba.

Logo aos 2 minutos do primeiro tempo, Amanda Brunner recebeu lindo passe de Elisa, na pequena área, mas Paty fez defesa à queima roupa.

Aos poucos, as Sereias chegavam no campo ofensivo com extrema naturalidade, principalmente com Gláucia, que desde cedo já demonstrava estar em noite inspirada.

Aos 7 minutos do primeiro tempo, ela teve uma chance pelo alto, mas mandou para fora.

Aos 16 minutos do primeiro tempo, a camisa 25 roubou a bola no campo de ataque, deixou com Sochor, que deu passe na medida para Maria Alves isolar.

Aos 17 minutos do primeiro tempo, Gláucia, de novo, mandou uma bomba da intermediária, assustando a goleira Quezia.

De tanto insistir, enfim o Santos achou seu gol. Gi aproveitou bola mal afastada após escanteio e, no caída, abriu o placar.

O Iranduba sentiu o baque e deu espaço.

Gláucia, aos 23 minutos do primeiro tempo, fez jogada plástica e deixou Sochor na cara do gol.

Quezia fez milagre.

O time paulista continuou em cima, mas vez ou outra cedia contra-ataques.

No primeiro aproveitado pelo Verdão, Elisa recebeu na cara do gol e perdeu chance incrível.

Aí o jogo esfriou, até que aos 43 minutos do primeiro tempo, veio o golpe derradeiro.

Maria avançou com liberdade pela esquerda e cruzou no segundo pau para Ketlen.

Atacante só escorou para Gláuciacabecear para o fundo das redes: 2 a 0.

Se na primeira etapa o Iranduba ao menos tentava se mostrar vivo, o segundo tempo transformou-se num jogo de ataque contra defesa.

No primeiro minuto do segundo tempo, Gláucia recebeu passe na meia-lua, deixou duas defensoras na saudade e mandou de bico, mas no meio.

Aos 5 minutos do segundo tempo, veio o terceiro.

Gláucia iniciou a jogada com passe de cavadinha para Maria, que chutou cruzado e encontrou Ketlen quase na linha para ampliar.

Cérebro do time, Gláucia ainda deixou Maria na cara do gol aos 8 minutos do segundo tempo, mas a camisa 5 desperdiçou.

O santos seguia em cima e conseguiu o quarto aos 25 minutos do segundo tempo, com golaço de Sochor.

Ela recebeu passe de Sole Jaimes na meia-lua, encobriu Quezia, que nem estava tão adiantada, e viu a bola beijar o travessão antes de cair dentro do gol.

Combalido, o Hulk não demonstrava reação.

As Sereias, por outro lado, precisavam de saldo para se manter na briga pela liderança com o Corinthians.

Sole Jaimes deu o golpe de minerva aos 42 minutos do segundo tempo, três minutos após perder um dos gols mais fáceis da temporada.

As Sereias voltam a campo no sábado (20), às 14 horas (horário de Brasília), contra o Vitória-PE, em casa, pela décima terceira rodada e antepenúltima rodada da primeira fase.

Já o Iranduba visita a Ponte Preta no domingo (21), às 14 horas (horário de Brasília), no estádio Manuel Ferreira, em Campinas.

Três jogos abriram a décima segunda rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A1 na tarde desta quarta-feira (17).

Jogando em casa, o Kindermann-SC superou a Ponte Preta por 1 a 0, mesmo placar do triunfo do Vitória-BA sobre o Vitória-PE.

São Francisco-BA e Minas Icesp-DF empataram por 1 a 1.

Com golaço de fora da área de Sthephanie, o Kindermann chegou a 30 pontos e ocupa a terceira colocação.

Já a Macaca permanece com 8 pontos e ocupa o décima quarta lugar, dentro do Z4.

Já o Vitória venceu com gol de Verena e alcançou 14 pontos, entrando no G8.

O rival entrou no Z4 com 11 pontos.

No único empate da tarde, Pelé fez para o São Francisco e Camila Pini deixou tudo igual.

O time baiano tem 6 pontos na penúltima colocação, décima quinta e o adversário saiu do Z4, ocupando o décimo segundo lugar com 11 pontos.

A rodada terá prosseguimento na quinta-feira (18), às 15 horas (horário de Brasília).

O Corinthians entra em campo diante da Ferroviária, enquanto o Flamengo recebe o Foz Cataratas-PR.

Para retomar vaga no G8, o São José-SP vai até Pernambuco, onde encara o lanterna Sport, que ainda não pontuou.

Já o Audax visita o Internacional para se aproximar da classificação às quartas de final.

Reportagem: Globoesporte.globo.com/Futebolinterior.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *