GOLEADA COM FALCÃO EM QUADRA

A seleção brasileira de futsal goleou o Uruguai por 7 a 1 em um amistoso realizado em Uberaba, Minas Gerais, neste domingo (24), com transmissão do Esporte Espetacular.

Nem mesmo a lesão de Falcão foi capaz de parar o time da casa.

O craque havia se aposentado da amarelinha depois de 20 anos vestindo a camisa nacional, mas desistiu da decisão após a mudança na gestão da Confederação Brasileira de Futebol de Salão.

Responsável por levar o esporte a outro patamar, ele recomeçou a sua história na seleção na sexta-feira, meses depois, como jogador e embaixador de Relações Institucionais da CBFS.

Brindou o público que lotou as arquibancadas com jogadas plásticas e de efeito, mas precisou deixar a quadra ao machucar a parte superior da coxa direita ao tentar uma lambreta, uma de suas marcas, preocupando a comissão técnica e os companheiros.

A suspeita é de estiramento muscular, mas o craque será submetido a exames de imagem para ter um diagnóstico preciso.

Os gols do Brasil no Centro Olímpico de Uberaba foram marcados por Lino (2), Marcel (2), Daniel, Sinoê e Gian.

O uruguaio Nicolas Martinez descontou para a Celeste.

Se na partida de sexta-feira (22), o Brasil esbarrou no forte esquema defensivo uruguaio, neste domingo (24), o ataque verde e amarelo atuou livremente, sem encontrar a mesma dificuldade.

Logo no início, Marcel finalizou de fora da área e abriu o placar com categoria.

Não demorou muito para Lino fazer o segundo, ampliando para os donos da casa.

Em mais um contra-ataque brasileiro, Daniel soltou o pé e mandou para o gol, mas o goleiro uruguaio espalmou.

A bola rebateu nos pés de Lino, que não perdoou a falha e anotou mais um, abrindo 2 a 0 no fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, a seleção deslanchou e deu um show, para delírio da torcida que compareceu em bom número.

Após uma troca de passes do time brasileiro, Sinoê recebeu na entrada da área para fazer o terceiro gol.

A Celeste diminuiu com Nicolas Martinez, mas não houve nem tempo para comemorar.

A resposta foi praticamente imediata.

Em uma jogada individual, Daniel puxou para a perna direita e bateu colocado no ângulo de Gaitan, marcando um golaço.

Em seguida, outro contra-ataque do Brasil. Marcel recebeu o passe na medida, dentro da área, e bateu para fazer um gol chorado, ampliando o placar.

Ainda deu para Gian fazer o seu e também deixar a sua marca em Minas Gerais.

Os uruguaios se atrapalharam na saída de bola, e Gian fechou a goleada em 7 a 1.

Os ânimos dos visitantes se afloraram nos instantes finais do jogo.

A disputa ficou truncada, e os uruguaios não economizaram nas faltas.

Ao infiltrar no ataque adversário, Rodrigo levou um tapa no pescoço, mas não se deixou abalar pela provocação.

No fim, era apenas uma questão de tempo para selar a vitória contundente por 7 a 1.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *