GALO E FLAMENGO NA FRENTE

O Atlético-MG deu um passo importante para conquistar a vaga na semifinal da Copa do Brasil Sub-20.

Nesta sexta-feira (19), em Sete Lagoas, o Galo superou a Chapecoense por 4 a 0 na Arena do Jacaré e se aproximou da classificação.

Os gols da vitória atleticana foram marcados por Marco Túlio (2), Bremer e Marquinhos.

Com um primeiro tempo arrasador, o Atlético-MG abriu larga vantagem para cima da Chapecoense.

Aos 27 minutos do primeiro tempo, Bremer colocou o Galo na frente.

Aproveitando o bom momento, os donos da casa foram para cima e encaminharam a vitória.
Antes do intervalo, Marco Túlio marcou duas vezes e ampliou para 3 a 0.

Na etapa final, a goleada atleticana foi sacramentada por Marquinhos, que balançou as redes aos 28 minutos e fechou o marcador em 4 a 0.

O duelo de volta está marcado para a próxima quinta-feira (25) em Chapecó (SC).

O time que avançar vai encarar o Vasco pela semifinal.

O Flamengo saiu na frente do Avaí na briga por uma vaga na final da Copa do Brasil Sub-20.

Nesta quinta-feira (18), em Duque de Caxias, o Rubro-negro venceu o Leão por 2 a 0 e se aproximou da classificação.

O segundo e decisivo confronto está marcado para a próxima quinta-feira (25), na Ressacada, em Florianópolis.

Em casa, no estádio Los Larios, o Flamengo dominou as ações no primeiro tempo.

Logo aos dois minutos, Lucas Silva acertou a trave do goleiro Léo Lopes.

Destaque da equipe rubro-negra, o camisa 7 abriu o placar aos 32 minutos do primeiro tempo.

De letra, Lucas marcou um belo gol e colocou o Flamengo na frente do marcador, 1 a 0.

Na reta final, o time carioca pressionou em busca do segundo, mas João Paulo parou na trave aos 36 minutos do primeiro tempo e a finalização de Lincoln foi interrompida em cima da linha por Guga aos 42 minutos do primeiro tempo.

O Avaí teve a chance de empatar aos 43 minutos do primeiro tempo, mas Lineker desperdiçou cruzamento da esquerda.

Em desvantagem, o Avaí voltou do intervalo com postura mais ofensiva.

A pressão dos visitantes resultou em uma bola na trave de Vitor aos 18 minutos do segundo tempo.

Apesar da blitz catarinense, o rubro-negro carioca segurou as investidas e passou a apostar nos contra-ataques.

O duelo seguiu movimentado e as duas equipes carimbaram a trave adversária novamente.

No último lance de jogo, aos 48 minutos do segundo tempo, em contra-ataque mortal, Lorran ampliou a vantagem rubro-negra e sacramentou a vitória de 2 a 0.

Reportagem: Cbf.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *