Furacão vence a primeira na Libertadores

Athletico atropela o Jorge Wilstermann e marca seus primeiros pontos na Taça Libertadores da América.

Com pressão desde o início, Furacão faz dois no primeiro tempo com os argentinos Marco Ruben e Tomás Andrade.

Placar é fechado com Renan Lodi e Bruno Guimarães no segundo tempo.

Sem tempo para pensar, o Athletico atacou o Jorge Wilstermann, nesta quinta-feira (14), pela Taça Libertadores da América, até conseguir a vitória de 4 a 0 na Arena da Baixada, pela segunda rodada.

O time de Tiago Nunes pressionou desde o primeiro minuto, não deixava os bolivianos darem dois toques em paz e acumulava chances, algumas desperdiçadas, outras com boas atuações do goleiro Giménez.

De tanto tentar, os gols saíram: Marco Ruben e Tomás Andrade fizeram no primeiro tempo.

Logo no começo do segundo tempo foi a vez de Renan Lodi marcar, o jogo perdeu o ritmo, mas Bruno Guimarães ainda fez o seu no fim.

Com o resultado, o Furacão faz três pontos e assume a segunda colocação do grupo, atrás apenas do Boca Juniors, que tem quatro pontos.

O terceiro colocado é o Tolima, que tem três pontos, mas saldo de gols pior.

O Jorge Wilstermann está na lanterna do Grupo G, com um ponto.

O próximo desafio de Tiago Nunes e seus comandados será contra o Boca Juniors.

A partida da terceira rodada está marcada para o dia 2 de abril, uma terça, às 21h30 (horário de Brasília), na Arena da Baixada.

Já o Jorge Wilstermann visita o Tolima no dia 3, uma quarta, na Colômbia.

Peñarol goleia o San José no Uruguai e assume a vice-liderança do grupo do Flamengo.

Com dois do atacante Lucas Viatri, time uruguaio se recupera de derrota para a LDU na estreia da fase de grupos e empurra bolivianos para a lanterna da chave.

O Peñarol se recuperou com muito estilo da derrota para a LDU na estreia e goleou na noite desta quinta-feira (14).

A vítima foi o San José, que acumula o segundo revés consecutivo e se candidata a peso morto do Grupo D.

Os gols da goleada por 4 a 0 no Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, foram marcados por Lucas Viatri (duas vezes), Lema e Cannobio.

Os uruguaios começaram a construir o placar bem cedo, logo com um minuto de jogo.

González cruzou da direita, e Viatri acertou linda finalização de primeira de dentro da área.

Aos 23 minutos do primeiro tempo, o Peñarol ampliou com Hernández completando de cabeça a cobrança de escanteio.

Ainda antes do intervalo, Canobbio foi lançado na esquerda, chamou a marcação para dançar e bateu por entre as pernas do adversário – a bola tocou caprichosamente o pé da trave antes de entrar.

O passeio segui no segundo tempo.

Novamente Viatri, aos quatro minutos, fez o quatro dos donos da casa recebendo de Brian Rodríguez e batendo com muita categoria da entrada da área.

Um golaço. Caberia o quinto gol, mas Gaston Rodríguez desperdiçou a cobrança de pênalti aos 30 minutos do segundo tempo, e o goleiro Lampe pegou também o rebote de Lampick.

Com o resultado, o Peñarol assumiu a vice-liderança do Grupo D, com três pontos.

O líder é o Flamengo, que venceu os dois jogos até aqui e tem seis pontos.

LDU, com três (e zero de saldo, contra dois dos uruguaios) e San José, que ainda não pontuou, completam a classificação da chave.

As duas equipes voltam a campo pela Taça Libertadores da América no início de abril.

No dia 2, uma terça-feira, o San José recebe a LDU em casa.

Na quarta-feira, 3 de abril, é a vez do Peñarol visitar o Flamengo no Maracanã.

Emelec e Huracán empatam sem gols no Equador e deixam liderança do grupo com o Cruzeiro.

Mesmo sem entrar em campo, Raposa segue líder do Grupo B com esse resultado.

Emelec e Huracán só empataram na noite desta quinta-feira (14), e o Cruzeiro agradece.

Mesmo sem entrar em campo na rodada, já que o duelo contra o Deportivo Lara foi adiado para o dia 27 de março, a Raposa segue na liderança do Grupo B da Taça Libertadores da América porque as equipes não saíram do zero no jogo realizado no Estádio Banco del Pacífico, em Guayaquil, no Equador.

Com o resultado, o Emelec, que empatou com o Deportivo Lara na estreia, vai a dois pontos e assume a segunda colocação da chave, enquanto o time venezuelano ocupa a terceira posição.

O Huracán, que somou seu primeiro ponto, é o lanterna.

O Cruzeiro tem três e é o líder.

As duas equipes voltam a campo pela Libertadores no dia 3 de abril, uma quarta-feira.

O Huracán vai até a Venezuela para enfrentar o Deportivo Lara, enquanto o Emelec recebe o Cruzeiro em casa.

Ambos os jogos estão marcados para 21h30 (horário de Brasília).

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *