Flamengo e Internacional venceram na Libertadores

Flamengo comete dois pênaltis, mas domina Liga Deportiva Universitária, vence e isola na liderança do Grupo D.

Éverton Ribeiro, Gabigol e Uribe marcam, Diego Alves defende uma das penalidades, e equipe equatoriana desconta apenas no fim do segundo tempo com Borja.

Após vencer fora de casa na estreia, o Flamengo engatou a segunda vitória consecutiva na Taça Libertadores da América de 2019 sem grandes dificuldades.

No primeiro jogo dentro de casa, os rubro-negros dominaram a LDU na noite desta quarta-feira (13) no Maracanã e mantiveram os 100% de aproveitamento. Mesmo cometendo dois pênaltis bobos, a equipe de Abel Braga construiu boa vantagem com Éverton Ribeiro, Gabigol e Uribe.

Borja descontou perto do apito final.

Com show de Nico López, Internacional vence Alianza Lima no Beira-Rio e mantém liderança do Grupo A.

Uruguaio praticamente mata partida com dois gols em 18 minutos.

Colorado usa segundo tempo para segurar o resultado.

O retorno da Taça Libertadores da América, ao Beira-Rio após quatro anos não poderia ter sido mais perfeito.

Com estádio lotado e Nico López inspirado, o Internacional venceu o Alianza Lima por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (13), pela segunda rodada da competição continental, e manteve a liderança no Grupo A.

O Colorado, aliás, é o único da chave com 100% de aproveitamento.

A vitória mantém o Inter na liderança do Grupo A, com seis pontos.

E ainda se beneficia do 0 a 0 entre River Plate e Palestino no outro jogo.

São quatro pontos de vantagem para o time argentino, segundo colocado.

O Alianza Lima cai para último, com um ponto.

Na próxima rodada, os peruanos vão ao Chile enfrentar o Palestino, no dia 2 de abril, às 21h30 (horário de Brasília).

Já o Colorado recebe o River no Beira-Rio, no dia 3, às 19h15 (horário de Brasília).

Com dois belos gols de Haedo Valdez, Cerro vence Zamora e lidera grupo do Atlético-MG.

Veterano atacante faz de letra e com uma bomba de fora da área no triunfo por 2 a 1 contra time venezuelano.

Galo fica na lanterna da chave

O Cerro Porteño continua 100% na Taça Libertadores da América.

Depois de conquistar uma boa vitória contra o Atlético-MG na estreia, o Ciclón bateu o Zamora por 2 a 1, nesta quarta-feira (13), em Assunção, e manteve a ponta do Grupo E da competição.

O destaque do jogo foi o veterano Haedo Valdez, de 35 anos, que marcou os dois gols do Cerro.

E não foram gols comuns.

O ex-jogador do Borussia Dortmund abriu o placar aos 20 minutos do primeiro tempo ao aproveitar cruzamento da direita e mandar, de letra, para o fundo das redes.

Ele ampliou logo no início da segunda etapa com um potente chute da meia-lua da área que morreu no canto direito do goleiro Joel Graterol.

Os venezuelanos descontaram com o paraguaio Paiva.

Aos 8 minutos do segundo tempo, ele aproveitou cruzamento de Gallardo da direita e escorou para o gol.

O Zamora chegou a assustar e obrigou Muñoz a fazer algumas defesas, mas não evitou a derrota: 2 a 1.

Com a vitória, o Cerro Porteño chegou aos seis pontos e lidera o Grupo E ao lado do Nacional (Uruguai), que tem menos gols pró.

Zamora e Atlético-MG estão zerados, mas o Galo ainda não marcou na fase de grupos e, portanto, ocupa a última posição.

Na próxima rodada, Cerro Porteño e Nacional se enfrentam no Nueva Olla Azulgrana, em Assunção, no dia 2 de abril.

O Zamora visita o Galo, no Mineirão, no dia 3 de abril.

Com um a mais, San Lorenzo sofre, mas vence Junior e é segundo em chave do Palmeiras.

Em jogo com queda de luz na segunda etapa, Ciclón bate colombianos por 1 a 0

Rivais do Palmeiras no Grupo F da Taça Libertadores da América, San Lorenzo e Junior Barranquilla se enfrentaram nesta quarta-feira (13), no Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, e os argentinos levaram a melhor.

Com um a mais na maior parte do jogo, o Ciclón sofreu, mas venceu os colombianos por 1 a 0 e agora ocupam a vice-liderança da chave.

Aos 28 minutos da primeira etapa, o lateral colombiano Gabriel Fuentes deu uma cotovelada em Damián Pérez, levou o cartão vermelho direto e deixou o Junior com um a menos.

No entanto, o San Lorenzo só conseguiu marcar seu gol aos 32 minutos do segundo tempo.

Román Martínez fez boa jogada pelo meio e, da entrada da área, acertou belo chute: 1 a 0.

A partida no Nuevo Gasómetro chegou a ficar interrompida por 15 minutos no início do segundo tempo devido à falta de luz no estádio.

O San Lorenzo chegou aos quatro pontos e é o segundo do Grupo F.

O Junior Barranquilla segue zerado e ocupa a última posição da chave, que é liderada pelo Palmeiras, com seis pontos.

O Melgar é o terceiro, com um ponto.

Na próxima rodada, os Cuervos recebem o Verdão em Buenos Aires, no dia 2 de abril.

O Junior visita o Melgar em Arequipa, no mesmo dia.

Taça Libertadores da América: Cruzeiro-MG (Brasil) e Deportivo Lara é adiado novamente, e Conmebol (Confederação Sul-Americana) discute nova data.

Válida pela segunda rodada do Grupo B, partida estava programada para quarta e foi transferida para quinta-feira (14), mas time venezuelano não vai comparecer para duelo no Mineirão.

Diante da impossibilidade de a delegação do Deportivo Lara deixar a Venezuela, a Conmebol suspendeu a realização do jogo com o Cruzeiro, que havia sido remarcado para quinta, no Mineirão, pela segunda rodada do Grupo B da Taça Libertadores da América.

A entidade deverá se posicionar oficialmente, nas próximas horas, remarcando a partida para o dia 27 de março, data destinada para amistosos entre seleções.

Se o Lara não comparecer na nova data, aí sim a Conmebol deverá conceder a vitória da partida ao Cruzeiro.

A Federação Mineira de Futebol (FMF) aguarda um documento com a decisão final da entidade sul-americana para confirmar a data do jogo do Cruzeiro contra o Tupi, pelo Campeonato Mineiro, no fim de semana.

A partida estava marcada para sábado (16), mas poderia ser adiada para domingo (17), caso ocorresse o jogo com o Lara.

Inicialmente, o confronto com o Lara estava programado para quarta-feira, dia 13.

Desde segunda-feira (11), o time venezuelano tentava iniciar a viagem com destino a Belo Horizonte.

Por causa da crise vivida no país vizinho, afetando servições básicos e de infraestrutura, a equipe não conseguiu um voo para o deslocamento ao Brasil.

Na noite de terça-feira (12), véspera do duelo, a Conmebol transferiu o jogo para quinta-feira, dia 14, também no Mineirão.

No entanto, problemas burocráticos relacionados à documentação da empresa aérea escolhida pelo clube venezuelano e custo de despesas como o combustível, impediram a realização da viagem dos atletas.

O Cruzeiro chegou até a oferecer ajuda ao Lara.

De acordo com o regulamento da Taça Libertadores da América, a equipe visitante tem que chegar à cidade onde a partida será realizada com pelo menos 24 horas de antecedência, exceto em casos de altitude, quando o time pode seguir para o estádio horas antes do jogo.

Como o Deportivo Lara não chegou à capital mineira dentro no prazo determinado, o clube venezuelano estaria infringindo as normas da competição.

A não ser que, pelo motivo do atraso (crise na Venezuela), se abra exceção e exista algum acordo entre os times e a Conmebol.

W.O.

Dois artigos do regulamento da Taça Libertadores da América trata dos casos de W.O. sigla da expressão “walkover”, que pode ser entendida como “vitória fácil”.

Se uma equipe não comparece para disputar uma partida, o adversário é declarado vencedor, com o time ausente sendo excluído da competição e sofrendo sanções como multas e futuras suspensões.

Confira o regulamento da Taça Libertadores da América:

Artigo 169: Se uma equipe não se apresenta a uma partida (exceto em casos de força maior) ou se nega a continuar a jogar ou deixa o campo antes do final da partida, se considerará que a equipe perde a partida e, como regra geral, será excluído da participação da competição.

Artigo 170: Além do tratado no artigo anterior, o clube em questão pagará uma indenização por qualquer dano ou prejuízo realizado contra a Conmebol a Associação anfitriã e/ou outra Associação membro participante(s) e não terá direito a uma remuneração financeira por parte da Conmebol.

A organizadora pode considerar futuras medidas.

As futuras medidas podem ser eliminações de competições futuras da Conmebol, e também econômicas, a ser definidas pela Conmebol.

Confira os resultados desta quarta-feira (13):

Internacional-RS (Brasil) 2 X 0 Alianza Lima (Peru)

River Plate (Argentina) 0 X 0 Palestino (Chile)

Flamengo-RJ (Brasil) 3 X 1 Liga Deportiva Universitária (LDU- Equador)

Cerro Porteño (Paraguai) 2 X 1 Zamora (Venezuela)

San Lorenzo (Argentina) 1 X 0 Junior Barranquilla (Colômbia)

Universidad Católica (Chile) 2 X 1 Rosario Central (Argentina)

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *