FLAMENGO CARIMBOU A FAIXA DO CORINTHIANS

O Flamengo venceu o campeão brasileiro Corinthians por 3 a 0 na Ilha do Urubu, na tarde deste domingo (19), pela trigésima sexta rodada do Campeonato Brasileiro, com gols de Mancuello, Diego (de pênalti) e Felipe Vizeu, num jogo que será mais comentado pela briga entre os flamenguistas Rhodolfo e Vizeu do que por qualquer outra coisa.

O zagueiro e o atacante, companheiros de time, discutiram feio no final do primeiro tempo e, na opinião do comentarista de arbitragem da TV Globo, Paulo César de Oliveira, deveriam ter sido expulsos.

O árbitro Wagner Reway (MT-FIFA), porém, nem os advertiu com cartão amarelo, deixou tudo aos cuidados da turma do “deixa disso”.

Os dois fizeram as pazes depois do jogo.

Atravessando má fase, São Paulo e Botafogo travaram um jogo sem inspiração que terminou com placar em branco: 0 a 0, no Pacaembu.

O empate foi ruim para os dois lados.

O Tricolor somou apenas um ponto, foi a 46 pontos e perdeu a chance de encostar na zona de classificação para a Pré-Libertadores.

Agora, depende de um milagre para manter o sonho nas últimas rodadas.

Já o Alvinegro, com 52 pontos, foi ultrapassado pelo Flamengo e pode sair do G-7 no próximo fim de semana.

O Sport fez o que era necessário, na Ilha do Retiro: voltou a vencer após quatro meses na Série A com o placar de 1 a 0 sobre o Bahia.

Assim, se mantém vivo na briga contra o rebaixamento.

O Leão não saiu da décima oitava posição, mas contou com o empate entre Vitória e Cruzeiro e diminuiu a diferença para o Rubro-negro baiano, décima sexta, para apenas um ponto.

O carrasco do Bahia foi o atacante Marquinhos.

O resultado foi muito ruim para os visitantes, que tiveram interrompida sequência de seis jogos de invencibilidade e caíram para a décima colocação, agora a quatro pontos do G-7.

O Vitória tinha a chance de se afastar do risco do rebaixamento, e enquanto esteve vencendo o Cruzeiro, pode sentir este alívio.

No entanto, o Rubro-Negro baiano acabou sofrendo o gol de empate da Raposa, no Barradão, que deu números finais ao jogo: 1 a 1.

O jovem David abriu o placar, de pênalti.

No segundo tempo, Alisson empatou, de cabeça para os visitantes mineiros.

O Atlético-GO é o primeiro time rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro.

O Dragão empatou por 1 a 1 com a Chapecoense, no Olímpico, e não tem mais chances de sair do Z-4.

Túlio de Melo, no primeiro tempo, abriu o placar para o time visitante, que não perde há oito rodadas.

Luiz Fernando, aos 45 minutos do segundo tempo, deixou tudo igual em Goiânia.

Depois de três derrotas seguidas, o Santos venceu o Grêmio, na Vila Belmiro, com um gol do colombiano Copete.

Com o resultado, o Peixe já está garantido no qualificatório prévio da Libertadores, mas precisa de mais um ponto para entrar direto na fase de grupos.

O que fazer quando um meia que já está acostumado a bater bem na bola acorda inspirado?

Só resta aplaudir.

Com Otero em grande dia, o Atlético-MG venceu o Coritiba, no Estádio Independência.

O Galo foi matador no primeiro tempo em parte por Otero, que fez dois gols, um deles do meio de campo encobrindo o goleiro Wilson. Leonardo Silva completou o placar.

No segundo tempo, o Galo cozinhou o jogo enquanto o Coriitba tinha posse de bola e tentava chegar ao ataque, mas não conseguiu apagar o resultado definido já no início da partida.

Ainda na esperança de uma vaga na Libertadores 2018, o Atlético-PR fez valer o fator casa e derrotou o Vasco por 3 a 1, na Arena da Baixada.

Os gols do Furacão foram anotados por Thiago Heleno, Douglas Coutinho e Fabrício.

O Cruz-Maltino marcou com Wanderson, contra.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *