FLA E GALO EMPATAM; E SANTOS AGRADECE

No sábado (29), o jogo mais esperado da rodada, Atlético-MG e Flamengo se enfrentaram no Mineirão.

No primeiro tempo, com as duas equipes precisando da vitória com estratégias diferentes, o jogo foi aberto.

Mas, o Flamengo dominou o Atlético.

E marcou com Diego.

Aos 32 minutos do primeiro tempo, Márcio Araújo tocou de cabeça para Guerrero, que, marcado por Erazo, conseguiu dar um passe de cabeça para Diego entrando na área.

Chutou cruzado, a bola desviou no zagueiro Gabriel e enganou o goleiro Victor.

Flamengo 1 a 0.

No segundo tempo, o Galo voltou com uma postura mais agressiva e conseguiu o empate.

O árbitro marcou pênalti de Réver em Fred.

Robinho cobrou com categoria e tranquilidade deslocando o goleiro Alex Muralha.

Empate do Galo, aos 36 minutos do segundo tempo.

Aos 41 minutos do segundo tempo, Robinho começou a jogada tocou rasteiro, a bola chegou em Lucas Pratto, que teve a calma para passar pelo goleiro Alex Muralha e tocar para o gol.

Atlético de virada 2 a 1.

Aos 44 minutos do segundo tempo, Diego tentou o chute dentro da área, a bola desviou na zaga do Atlético e sobrou para Guerrero.

O peruano não perdoou e empatou para o Flamengo.

A equipe carioca tem clássico contra o Botafogo no próximo sábado (5) no Maracanã, enquanto os mineiros saem para enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira, no domingo (6).

Final, Atlético-MG 2 Flamengo-RJ 2.

Na Vila Belmiro, Santos venceu o Palmeiras entrou no G-3, e derrubou uma invencibilidade de 15 jogos sem derrotas do Verdão.

A diferença para o Flamengo caiu para 5 pontos.

Melhor time do Brasileirão, o Palmeiras segue sem conseguir vencer no estádio santista. Última vez foi em abril de 2011.

O único gol do jogo foi marcado apenas no segundo tempo.

Aos 22 minutos, Lucas Lima desceu pelo lado esquerdo e cruzou para a área.

O goleiro Vinícius cortou a bola de soco, mas bateu no zagueiro Vítor Hugo e sobrou livre para Copete, que só empurrou para o gol vazio.

O próximo compromisso do Palmeiras é contra o Internacional, no domingo, dia 6 de novembro, no estádio do Verdão.

Um dia antes, no próximo sábado (5), o Santos terá pela frente a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Final, Santos-SP 1 Palmeiras-SP 0.

Na Arena Itaquera, Corinthians saiu na frente da Chape, mas sofreu o empate.

Rodriguinho rolou para Rildo, que foi derrubado dentro da área por Gimenez.

Pênalti em favor do Corinthians.

Aos 29 minutos do segundo tempo, Giovanni Augusto cobrou forte no canto esquerdo e abriu o placar para o Timão, na Arena Corinthians.

O goleiro Danilo acertou o lado, mas chegou um pouco atrasado e viu a bola passar por debaixo dos braços.

Corinthians 1 a 0.

Pedro Henrique tentou tirar a bola da área e acabou derrubando Lucas Gomes com um chute.

O árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima marcou pênalti.

Aos 38 minutos do segundo tempo, o atacante Bruno Rangel cobrou com categoria no canto esquerdo do goleiro Cássio, que sequer pulou.

Empate da Chape.

Na próxima rodada o Corinthians enfrenta o São Paulo no Morumbi, no sábado (5), às 19h30.

E a Chapecoense enfrenta o Figueirense, às 19h30, no domingo (6), na Arena Condá.

Antes os catarinenses jogam contra o San Lorenzo, na quarta-feira (2), às 21h45, na Argentina, pelas semifinais da Copa Sul-Americana.

Final, Corinthians-SP 1 Chapecoense-SC 1.

Na Arena da Baixada, o Atlético-PR venceu o Cruzeiro e entrou no G-6.

O único gol do jogo foi marcado aos 13 minutos do primeiro tempo.

Após escanteio da esquerda cobrado por Nicolas, Pablo cabeceou, bola desviou no zagueiro Manoel e foi no canto do goleiro Rafael.

Atlético-PR 1 a 0.

Na próxima rodada, o Atlético-PR viaja até Salvador para enfrentar o Vitória, domingo (6), às 17 horas (de Brasília).

No mesmo horário, o Cruzeiro enfrenta o Fluminense, no Mineirão.

Antes disso, quarta-feira (2), a Raposa joga contra o Grêmio, em Porto Alegre, pelo segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, às 21h45.

No primeiro jogo, o Tricolor venceu por 2 a 0, no Mineirão.

Final, Atlético-PR 1 Cruzeiro-MG 0.

No Beira-Rio, o Internacional começou bem a partida contra o Santa Cruz, mas sofreu o empate além de terminar o jogo com um a menos.

Aos 6 minutos do primeiro tempo, Eduardo Sasha cabeceou, o goleiro Tiago Cardoso espalmou mal e William tocou para dentro da pequena área.

Vitinho só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes.

Inter 1 a 0.

Aos 31 minutos do primeiro tempo, Vítor recebeu a bola na lateral completamente livre, fez o drible e cruzou na cabeça de Léo Moura, que só completou para o gol.

O Santa chegou ao empate.

Cartão vermelho para Eduardo Henrique

Por falta dura em Roberto.

O Internacional volta a jogar no próximo domingo (6), às 17 horas (de Brasília), contra o Palmeiras, na Arena Palmeiras, em São Paulo.

O Santa Cruz joga no mesmo dia e horário contra o América-MG, no Estádio do Arruda.

Antes na quarta-feira (2), o Inter faz a partida de volta contra o Atlético-MG, no Estádio Independência, às 21h45.

No primeiro jogo vitória do Galo por 2 a 1 em Porto Alegre.

Final, Internacional-RS 1 Santa Cruz-PE 1.

Na Arena Luso-Brasileiro, Botafogo parou no goleiro Wilson, e o Coritiba levou um ponto para Curitiba.

Foi o primeiro empate da equipe alvinegra sob comando de Jair Ventura.

Com 54 pontos, quatro de distância para o sétimo colocado, o Corinthians, o time alvinegro pode até perder na próxima rodada que continuará no G-6.

No próximo sábado (5), às 17 horas, o Botafogo enfrentará o Flamengo no Maracanã.

Já o Coritiba receberá o Atlético-MG no Couto Pereira às 19h30 de domingo (6).

A equipe alviverde continua em situação bastante complicada na tabela, mas os jogadores comemoraram o ponto somado no Rio de Janeiro.

Final, Botafogo-RJ 0 Coritiba-PR 0.

Outro empate em 0 a 0, foi entre Figueirense e Grêmio.

O resultado foi ruim para os catarinenses que continuam dentro do Z-4.

Este foi o sexto jogo do Figueira sem vitória, sendo três em casa.

O Grêmio só não saiu com um resultado melhor por ter desperdiçado chances cara a cara com o goleiro Gatito Fernandes.

O Figueira segue em décimo oitavo, com 33 pontos, três atrás do Vitória, o décimo sétimo, e a cinco do Inter, o primeiro fora do Z-4.

O Tricolor é o oitavo, com 49 pontos, dois atrás do Atlético-PR, o sexto colocado.

Na próxima rodada, o time catarinense joga contra a Chapecoense, na Arena Condá, no domingo (6), enquanto o Grêmio recebe o Sport, na segunda-feira (7) antes, joga a segunda partida da semifinal da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, na Arena do Grêmio, na quarta-feira (2), às 21h45.

Final, Figueirense-SC 0 Grêmio-RS 0.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *