Estamos em Luto


A intenção era de escrever um texto sobre o que de melhor aconteceu no futebol brasileiro. Mas tem uma coisa que não me permite. Peço aos senhores que leiam o trecho a seguir com bastante atenção:

(..) em suma, tudo não passou de um ato (nada abonador) de revolta dos torcedores. Fiéis que são – e disso a própria equipe se vangloria –, queriam apenas chamar a atenção: fazer com que os jogadores honrassem os salários que ganham; mostrando um futebol verdadeiramente brasileiro. Isto posto, com fundamento no art. 395, III, do CPP, rejeito a denúncia. Expeçam-se alvarás de soltura clausulados e contramandado de prisão.”.

O trecho acima foi retirado da sentença do juiz Gilberto Azevedo Morais Costa, que mandou soltar três BANDIDOS envolvidos na confusão no CT do Corinthians. Sinceramente, prefiro não ficar aqui lembrando todos os casos de impunidade. Até porque, seria mais simples enumerar os casos em que houveram algum tipo de penitência aos envolvidos.

Os 12 “Heróis”, “mártires” e injustiçados corintianos presos na Bolívia causaram comoção em nossa mídia. Depois de soltos, não demoraram a se envolver em novas mortes, brigas, atentados, etc.

Nesse pronunciamento do Juíz responsável pelo caso ignorou-se completamente a invasão de propriedade privada, roubos, coação, agressão. Queria entender o que faz o excelentíssimo Sr. Morais Costa acreditar que esses sujeitos queriam “APENAS CHAMAR A ATENÇÃO”.

Alguém compreende?

 

, , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *