ESPANHÓIS AVANÇARAM PARA AS QUARTAS

A Espanha precisou trabalhar muito para conseguir a vaga nas quartas de final, e a classificação veio com ares de drama.

Após Pintor marcar para os franceses na etapa inicial, Juan Miranda empatou a um minuto do intervalo, e Abel Ruiz anotou de pênalti para fazer 2 a 1 e colocar a Fúria na próxima fase, aos 45 minutos do segundo tempo.

Em Goa, o Irã fez dois gols no México em menos de 15 minutos, mas sofreu para manter o resultado positivo.

De La Rosa diminuiu o placar para a Tri ainda no primeiro tempo, mas não foi suficiente para buscar a reação.

França e Espanha entraram em campo na cidade de Guhawati com a expectativa de uma partida equilibrada, e o panorama se confirmou nos minutos iniciais.

Apesar de manter a posse de bola, os Bleus não conseguiam finalizar com frequência.

Por outro lado, a Espanha tinha dificuldade para trabalhar seu jogo.

No entanto, o duelo ganhou novos ares aos 34 minutos do primeiro tempo: após desarme no setor ofensivo, Gouiri avançou e tocou para Pintor, que limpou a marcação e bateu no canto de Alvaro para abrir o placar.

A partida continuou equilibrada, sem grandes chances para os dois lados.

Porém, o empate veio no primeiro chute dos espanhóis após o gol, aos 44 minutos do primeiro tempo: depois de algumas tentativas de colocar a bola na área, Ferran Torres aproveitou sobra na direita e cruzou para Miranda, que se posicionou entre os zagueiros para cabecear e vencer Fofana.

No segundo tempo, a disposição do confronto mudou.

Apesar de um início igualmente equilibrado, os espanhóis tomaram conta das ações ofensivas da metade para o final da etapa.

Depois de algumas tentativas de evitar que a decisão fosse para os pênaltis (não há prorrogação no Mundial Sub-17), a Fúria foi recompensada: aos 44 minutos do segundo tempo, o juiz apontou a marca da cal e deu pênalti.

O atacante Abel Ruiz partiu para a bola e bateu no alto.

Fofana até acertou o canto, mas não tocou na bola, que morreu no fundo da rede.

A França ainda tentou pressionar no fim da partida, mas não conseguiu tirar o 2 a 1 do placar e a classificação da Espanha.

Na mesma hora da partida entre Espanha e França, Irã e México se enfrentaram em Goa.

Com três vitórias na fase de grupos, a seleção asiática partiu para cima dos mexicanos, e foi recompensada logo nos primeiros minutos: aos 6 minutos do primeiro tempo, Ádrian Vázquez fez falta.

Dentro da área, é pênalti.

Na cobrança, Sharifi cobrou rasteiro no canto esquerdo e abriu o placar.

Não demorou muito para que o segundo gol saísse; na verdade, foram apenas cinco minutos de espera, aos 11 minutos do segundo tempo.

Ali Zadeh tocou para Sayyad, um dos destaques da equipe iraniana, e o garoto aproveitou desatenção da zaga mexicana para ampliar o marcador.

O Irã criou chances suficientes para fazer mais um, mas a máxima do “quem não faz, leva” entrou em ação.

Aos 37 minutos do primeiro tempo, em uma das primeiras chances da Tri, De la Rosa recebeu após grande jogada de Lainez e tocou para o gol.

Depois do gol, o México ficou com a maior parte da posse de bola, mas não conseguiu encontrar as chances de que precisava e acabou sendo eliminado.

Com as classificações, Irã e Espanha se enfrentam nas quartas de final.

A partida será disputada na cidade de Cochim, às 9h30 do próximo domingo (22).

Foi no sufoco, e a Inglaterra, depois de uma campanha 100% na primeira fase, precisou passar pelos pênaltis para derrotar o Japão e se classificar às quartas de final do Mundial Sub-17.

Após empate em 0 a 0 no tempo normal em Calcutá nesta terça-feira (17), a seleção britânica venceu por 5 a 3 no desempate e se classificou para encarar os Estados Unidos nas quartas de final (o goleiro Curtis Anderson, do Manchester City, saiu como herói ao defender uma cobrança e converter a sua). Desse confronto, sairá o possível rival do Brasil na semifinal caso a equipe de Carlos Amadeu chegue até lá.

Em outro jogo no mesmo horário, só que pelo outro lado da chave, a seleção de Mali goleou o Iraque por 5 a 1 e avançou às quartas de final gols de Drame, N’Diaye (duas vezes), Konate e Camara.

Com a vitória, os africanos aguardam o vencedor de Gana X Níger, que duelam nesta quarta-feira (18), para saber quem enfrentam na próxima fase do Mundial da Índia.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *