ESPANHA NA FINAL

Em partida com polêmica de arbitragem, a Espanha venceu a equipe de Mali por 3 a 1 e avançou à final do Mundial Sub-17.

Abel Ruiz marcou duas vezes e Ferran Torres completou a soma espanhola, enquanto Ndiaye fez o da equipe africana.

No entanto, quando a partida estava 2 a 0, uma finalização de longe do time maliano ultrapassou a linha de gol, mas a arbitragem não viu e deixou o lance passar.

Com a vitória, a Fúria encara a Inglaterra no próximo sábado (28) para decidir o campeão, às 12h30.

O confronto começou com leve superioridade espanhola, que chegou três vezes ao gol de Mali nos primeiros quinze minutos.

Ainda assim, a equipe africana também conseguiu seus ataques, graças à finalização de Djemoussa.

Porém, o primeiro grande momento do jogo aconteceu aos 18 minutos do primeiro tempo.

Gelabert recebeu bom passe de Ferrán Torres na entrada da área e foi derrubado por Diaby: pênalti.

Na cobrança, Abel Ruiz cobrou no canto direito de Koita para abrir o placar.

Depois de alterar o marcador, a Fúria manteve o controle do duelo, mas sem a mesma ofensividade de antes.

Enquanto isso, Mali tentava chegar em algumas oportunidades, mas não levou tanto perigo ao gol defendido por Álvaro Fernández.

Sem criar chances claras para o empate, a Espanha aproveitou.

Aos 43 minutos do primeiro tempo, Gelabert descolou lindo passe para Abel Ruíz, que marcou seu segundo gol no confronto.

Depois de um início de segundo tempo sem muitas chances de perigo, Mali teve a oportunidade de colocar a bola na rede, e conseguiu.

O único problema é que o árbitro da partida não concordou.

O lance aconteceu aos 18 minutos do segundo tempo: Doucouré recebeu passe após o meio de campo e, já mais próximo da meia-lua, soltou uma bomba em direção ao gol.

A chute saiu com potência e acertou o travessão, mas quicou dentro do gol e saiu.

Apesar dos protestos dos jogadores de Mali, a jogada não foi validada pelo juiz.

Ao contrário de outras competições realizadas pela Fifa, o Mundial Sub-17 não conta com o auxílio do árbitro de vídeo.

A tecnologia de linha de gol, que aponta quando a bola ultrapassa a linha, teve utilização avaliada antes do início da competição, mas não foi adotada.

Sendo assim, nenhum meio eletrônico poderia ser usado para ajudar o juiz no lance.

Dois minutos depois, Mali chegou novamente com perigo.

Após o lance, o banco de reservas da seleção africana se levantou para contestar o lance anterior.

Sobrou até bronca do juiz para um dos integrantes da comissão técnica.

Diante do gol mal anulado, a seleção maliana deixou espaços na defesa e sofreu o terceiro gol.

Aos 24 minutos do segundo tempo, Sergio Gomez cruzou e Ferrán Torres marcou o terceiro dos espanhóis.

Ainda teve tempo para Ndiaye finalizar com classe e diminuir o marcador, mas nem a pressão final de Mali foi suficiente para reverter o resultado.

Com a classificação para a final, a Espanha irá enfrentar a Inglaterra na final do Mundial Sub-17.

Em partida contra o Brasil, Brewster fez um hat-trick na vitória por 3 a 1 e garantiu a vaga do English Team na disputa.

O jogo será uma reedição da final da Euro Sub-17 deste ano, vencida nos pênaltis pela Fúria.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *