Empate no clássico

Corinthians e Santos empatam na Arena em último teste para o Paulistão.

Timão sai na frente com Gustagol, mas Peixe empata com gol contra de Pedro Henrique.

Corinthians e Santos começaram com um empate a temporada 2019.

No primeiro e único amistoso de ambos antes do início do Campeonato Paulista, Timão e Peixe ficaram no 1 a 1, neste domingo (13), em Itaquera.

Gustavo, o Gustagol, abriu o placar aos 4 minutos do primeiro tempo para o time da casa.

Pedro Henrique, contra, empatou aos 24 minutos do primeiro tempo.

O Corinthians fica com o troféu Gylmar dos Santos Neves em virtude do menor número de cartões na partida.

Foram três advertências para o Timão (Ramiro, Thiaguinho e Araos) contra quatro do Peixe (Victor Ferraz, Daniel Guedes, Guilherme Nunes e Yuri Alberto).

Jorge Sampaoli repete no Peixe a estratégia que o tornou famoso principalmente na seleção chilena: avançar a equipe e trocar passes à exaustão.

Mas faltou a qualidade dos reforços que o treinador tanto pede à diretoria, principalmente para criar no ataque.

O time trocou muitos passes e não teve força para furar o bloqueio rival.

Mesmo em casa, o Corinthians se posicionou bastante recuado aguardando espaços para os contra-ataques.

E eles apareceram.

Aos 4 minutos do primeiro tempo, Gustagol fez de cabeça no meio da defesa.

Ele só não aumentou em lance semelhante graças a uma grande defesa de Vanderlei.

O Timão também deve dificuldades ofensivas, sobretudo para segurar a bola na frente.

O empate saiu aos 24 minutos do primeiro tempo, depois de cobrança de falta que Pedro Henrique desviou contra o próprio gol.

Antes do fim, Ramiro assustou em chute de fora da área.

Fábio Carille deixou o Corinthians mais ofensivo depois do intervalo.

O Timão avançou as linhas de posicionamento, passou a marcar mais adiantado e controlou o jogo.

Mesmo o treinador trocando todos os jogadores aos 16 minutos do segundo tempo, a equipe da casa continuou melhor. Sampaoli também mexeu (só deixou Vanderlei e Gustavo Henrique) para testar jogadores.

Noguera chegou a marcar em rebote, mas o árbitro anulou acertadamente ao assinalar impedimento no desvio de Gustavo Henrique.

Os minutos finais foram do Peixe, novamente mais avançado.

O Corinthians, bem posicionado atrás, evitou qualquer susto.

Antes do clássico, Corinthians e Santos promoveram o “Almoço da Paz”.

A delegação do Peixe foi até o CT Joaquim Grava para uma confraternização com o Timão.

A ausência do encontro foi o técnico Jorge Sampaoli.

Segundo a assessoria de imprensa do Santos, o treinador argentino amanheceu com uma forte dor de cabeça, foi medicado e ficou descansando no hotel onde a equipe estava hospedada em São Paulo.

Enquanto o centroavante argentino não estreia, Gustagol tenta mostrar para o técnico Fábio Carille que pode fazer parte do elenco do Corinthians.

O centroavante marcou neste domingo o primeiro gol dele com a camisa do Timão.

Ele só não aumentou logo depois graças a uma defesa espetacular de Vanderlei.

O jogador se destacou no ano passado pelo Fortaleza na Série B e retornou ao clube paulista, mas ainda tem o futuro incerto.

A diretoria ainda tenta contratar Vagner Love.

O Corinthians estreia no Campeonato Paulista contra o São Caetano, domingo (20), às 17 horas (horário de Brasília), em Itaquera.

O Santos recebe a Ferroviária, sábado (19), às 17 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *