EMOÇÃO AFLORADA!!!

Em jogo de festa e homenagens Barcelona e Chapecoense disputaram no Estádio Camp Nou, em Barcelona, a quinquagésima segunda edição do Troféu Joan Gamper.

Antes do início do jogo, a torcida do barcelona presente gritou a plenos pulmões “Vamos, vamos, Chape!!!”

O jogador Neto antes de entrar em campo, foi as lagrimas.

Iniesta fez um discurso saudando os jogadores da Chapecoense.

Iniesta e Alan Ruschel os capitães foram para o sorteio do início do jogo.

Follmann e Neto deram o pontapé inicial.

Torcida aplaudiu de pé as duas equipes.

O jornalista Rafael Henzel, outro sobrevivente, esteve no Camp Nou para fazer a narração.

No início da partida, o Barcelona começou pressionando e abriu o placar logo aos 5 minutos do primeiro tempo.

Rakitic fez o drible entre as pernas de Luiz Otávio e rolou para Deulofeu que marcou.

Foram cinco tentativas seguinte até o primeiro gol.

Barcelona 1 a 0.

Aos 10 minutos do primeiro tempo, Busquets chutou de fora da área no ângulo do goleiro Elias.

Barcelona 2 a 0.

O primeiro chute que a Chapecoense realizou foi aos 15 minutos do primeiro tempo com Welligton Paulista.

Aos 27 minutos do primeiro tempo, Messi recebeu o passe fez o giro nos marcadores e chutou no alto sem chances para o goleiro Elias.

Barcelona 3 a 0.

O goleiro Elias fez oito defesas que evitaram os gols.

Nos chutes de Messi (três vezes), Busquets, Iniesta, Rakitic e Luís Suárez (duas vezes).

Aos 35 minutos do primeiro tempo, Alan Ruschel foi substituído por Penilla.

Alan foi aplaudido de pé pelo Estádio.

E a primeira etapa terminou com o Barcelona vencendo por 3 a 0.

Os jogadores da Chapecoense respeitaram muito o adversário.

O grande destaque foi o goleiro Elias.

No segundo tempo, o Barcelona continuou tocando a bola de um lado para o outro.

O Barça chegou ao quarto gol.

Messi lançou Luís Suárez que chutou entre o goleiro Elias e a trave.

Barcelona 4 a 0, aos 9 minutos do segundo tempo.

Aos 25 minutos do segundo tempo, Messi atraiu a marcação e tocou para Luís Suárez que encontrou Denis Suárez tocou na saída do goleiro Elias.

Após aos 32 minutos do segundo tempo, a maioria dos principais jogadores do Barça foram substituídos.

Khevin cometeu pênalti em Semedo.

Alcácer cobrou e o goleiro Artur Moraes defendeu e evitou o sexto gol.

Uma partida de grandes homenagens.

Na camisa da Chapecoense 73 estrelas, em referência ao ano de 1973 de fundação da Associação Chapecoense de Futebol.

O Barcelona chegou ao quadragésimo título do troféu Joan Gamper.

Busquets recebeu o troféu estrelas.

O futebol parou por um minuto para fazer uma homenagem a vida.

Passada a festa, a Chapecoense volta a jogar já nesta terça-feira (8) no terceiro compromisso em três dias.

O adversário será o Lyon (França), em amistoso às 13 horas (de Brasília), no Centro de Treinamento Groupama.

Esta semana, o Verdão ainda segue para o Japão, onde decide a Copa Suruga contra o Urawa Red Diamonds, dia 15, em Saitama.

Já o Barça tem clássico com o Real Madrid pela frente, domingo (13), às 17 horas, no Camp Nou, na primeira partida da Supercopa da Espanha.

Final, Barcelona (Espanha) campeão 5 Chapecoense-SC (Brasil) vice-campeão 0.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *